7 de Setembro: Polícia Militar de Sergipe é destaque em desfile cívico-militar

Milhares de cidadãos, movidos pelo sentimento de patriotismo, acordaram mais cedo, neste domingo, dia 7, para prestigiar o desfile cívico-militar alusivo aos 192 anos de Independência do Brasil em relação à Corte Portuguesa. A Polícia Militar de Sergipe, como em todos os anos, abrilhantou as comemorações com seu tradicional desfile ao longo da Avenida Barão de Maruim, no Centro de Aracaju, encantando milhares de pessoas que se aglomeraram em toda a extensão da avenida para acompanhar o desfile cívico-militar da capital sergipana.

Entre unidades e subunidades da Polícia Militar, atuantes na Grande Aracaju e municípios interioranos, o desfile teve início com a apresentação da Banda de Música da PMSE, sob a regência do seu maestro, o capitão André. Sendo a mais antiga do Estado, a banda da corporação completou 170 anos de existência e levou para avenida 35 militares executando dobrados durante todo percurso.

Durante todo o evento solene, a tropa esteve sob o comando da tenente-coronel Araci Ferreira Fontes, coordenadora operacional do CIOSP, acompanhado do seu subcomandante no desfile, o major Barbosa. Os oficiais foram seguidos pelo Porta Símbolo e uma representação do Estado Maior Geral, composta por 10 oficiais superiores da PMSE, vindo, na sequência, a apresentação da Guarda Bandeira.

O Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), sob o comando, na ocasião, do major Sidney, entrou na avenida com entusiasmo, despertando o interesse do público presente. Criado em 1979, a unidade conta com 97 policiais militares e 671 novos alunos soldados, que foram aprovados no último concurso realizado e que hoje desfilaram durante o trajeto, divididos em 12 pelotões.

Dando continuidade ao desfile, marcharam pela avenida os policiais do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), que engloba a Companhia de Polícia de Trânsito (CPTran) e a Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRv), os militares do Hospital da Polícia Militar (HPM) e policiais do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp), sendo estes representados por 60 militares que desfilaram sob a liderança de seu comandante, o tenente-coronel Carlos Rolemberg.

Na sequência, o público acompanhou o desfile do Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb), do Pelotão Especial de Policiamento em Área de Caatinga (PEPAC) e do Comando de Operações Especiais. O COE, que atua essencialmente em ocorrências de alta complexidade, com ou sem reféns, efetuou, durante o trajeto, disparos de festim com fuzil 7,62.

Em homenagem ao trabalho desenvolvido pela Associação de Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (AVOSOS), os combatentes do COE desfilaram em companhia de 30 crianças e adolescentes assistidas pela entidade, embarcados nas viaturas operacionais da companhia, com o intuito de chamar a atenção da sociedade para a nobre missão desenvolvida por essa associação.

Em seguida, foi a vez dos militares do Grupo de Ações Táticas do Interior (GATI) e do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) desfilarem por todo o percurso.  Ao comando do tenente-coronel Aragão, o Batalhão de Choque executou evoluções de Controle de Distúrbios Civis (CDC), utilizando granadas fumígenas na cor laranja, e exibiu seu carro blindado, além de 12 dos seus 13 cães farejadores, que simularam formações ofensivas.

Desfile das viaturas

A participação da Polícia Militar na avenida Barão de Maruim foi encerrada com o desfile das viaturas operacionais utilizadas diariamente no combate à criminalidade. Sob o comando do major Fernando Ferreira, comandante da Companhia de Comandos e Serviços do Centro de Suprimento e Manutenção (CSM), desfilaram durante o percurso 45 viaturas tipo carros;46 motocicletas, sendo 16 pertencentes à Companhia de Policiamento de Trânsito,25 ao Grupamento Especial Tático de Motos e cinco à Companhia de Polícia Rodoviária Estadual; além de dois veículos blindados, um caminhão tipo boiadeiro, um caminhão tipo guincho, dois micro-ônibus (Programa Crack, é possível vencer, e da Lei Seca) e uma lancha.

Por fim, o Esquadrão da Polícia Militar adentrou o corredor, com 40 conjuntos montados, sendo 21 simbolizando os Dragões da Independência e os outros 19 conjuntos executaram evoluções de Controle de Distúrbios Civis, simulando a atuação do policial em situações de aglomeração, multidão, turba, manifestação, tumulto ou perturbação da ordem pública.

Desfile helicóptero

Após o desfile das viaturas e dos equinos do serviço operacional, o público emocionou-se com a participação do Grupamento Tático Aéreo (GTA), da Secretaria de Estado da Segurança Pública, composto por policiais civis e militares e bombeiros militares e atua em operações aéreas, prestando apoio aos agentes do serviço ostensivo em via terrestre e marítima.

O helicóptero Falcão 01, pilotado pelo major PM Fernando Goes, sobrevoou a avenida Barão de Maruim acompanhado pelo PC Rubens, sargento Andrade e cabo Glauber, que na ocasião ostentaram as bandeiras do Brasil e de Sergipe.

Autoridades presentes

O evento foi prestigiado por autoridades militares e civis, dentre elas, o secretário de Estado de Governo, Benedito Figueiredo, representando o governo do Estado; o secretário de Estado da Segurança Pública, João Eloy; o comandante da Polícia Militar do Estado de Sergipe, coronel Maurício da Cunha Iunes; o chefe interino do Estado Maior da PMSE, coronel Jackson Nascimento; o chefe do Gabinete Militar, coronel Luis Fernando; o comandante da 19ª Circunscrição de Serviço Militar, tenente-coronel Ricardo Teixeira; o comandante do 28º Batalhão de Caçadores, tenente-coronel Marcus Augusto; o capitão dos Portos de Sergipe, Clésio Misson Penoni; o comandante do Destacamento Aéreo de Aracaju, major Marcos Rogério Alves; o comandante do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Reginaldo Dória; o comandante da Guarda Municipal de Aracaju, coronel Enilson Aragão; e outras autoridades civis representantes do governo de Sergipe.

 

7 de setembro de 2014|Notícias|