Autor de crime contra guarda municipal morre em ação policial no Centro de Aracaju

Na manhã deste domingo, 08, uma ação conjunta das polícias Civil e Militar localizou o ex-presidiário Antônio Ramos de Oliveira, 31 anos. Ele seria um dos responsáveis pelo crime que vitimou o guarda municipal Paulo Sérgio de Oliveira, 49 anos, morto instantes antes por disparos de arma de fogo no Mercado Central de Aracaju. Antônio Ramos acabou vindo a óbito após confronto com os policiais no Centro da capital sergipana.

A ação ocorreu após policiais receberem a informação de que dois indivíduos teriam efetuado disparos de arma de fogo contra Paulo Sérgio e depois empreendido fuga em uma motocicleta roubada no local do crime.

Imediatamente, a Secretaria de Segurança Pública, por meio de policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Complexo de Operações Policiais Especiais (COPE), Batalhão de Radiopatrulha (BPRp), Grupo de Ações Táticas do Interior (GATI), Comando de Operações Especiais (COE) e Grupamento Tático Aéreo (GTA), com apoio de equipes da Guarda Municipal de Aracaju, diligenciaram no sentido de identificar os autores do crime.

Após diligências, os policiais localizaram a moto roubada no interior do antigo Hotel Aperipê, situado na Rua São Cristóvão, centro da capital. A partir daí, foi iniciada a incursão no prédio em busca dos criminosos.

Na ação, Antônio Ramos acabou deflagrando vários disparos de arma de fogo contra os policiais. No confronto, o ex-presidiário foi alvejado e encaminhado ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), onde evoluiu em óbito. Com ele foi aprendido um revólver calibre 38, várias munições, além de tabletes de maconha e substância semelhante a crack.

“Chegamos logo após tomar conhecimento do fato e nos somamos às demais equipes policiais. Não cessaremos as buscas até localizar o segundo autor, que já foi identificado. Esperamos prendê-lo em breve, a não ser que se entregue à polícia. As Polícias Civil e Militar não sossegarão até ele ser tirado de circulação”, destacou o delegado Hugo Leonardo Melo, do COPE.

Antônio Ramos colecionava passagens pela polícia. Além de ser ex-presidiário, ele teria fugido do presídio do município de Tobias Barreto no ano de 2014, como também já respondeu pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo furto qualificado, homicídio qualificado e roubo qualificado.

Fonte: SSP/SE