Cope prende três envolvidos na morte do Capitão Oliveira

Oito morreram em confronto com a polícia. Em Sergipe foram quatro: dois em Aracaju e dois em Poço Redondo. Na Bahia, mais quatro: dois em Barreiras, um em Paulo Afonso e mais um no município de Luís Eduardo Magalhães.

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) deflagrou nesta sexta-feira, 18, uma operação para prender os responsáveis pelo envolvimento com morte do capitão Manoel Oliveira, então comandante da Companhia Integrada de Patrulhamento em Áreas de Caatinga.

As investigações foram coordenadas pelo Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), que se baseou nas informações checadas através do 181 e pelas diligências realizadas na investigação policial. Sabe-se que a ação contra o comandante da caatinga mantém relação com um trabalho da Secretaria da Segurança Pública contra pistolagem, que acontece em parte da região Norte da Bahia e alto sertão de Sergipe.

Em uma operação que aconteceu em setembro de 2017 um trio foi preso relacionado com o crime de pistolagem na Bahia, Sergipe e Alagoas, e tinha como foco a cidade de Pedro Alexandre, na Bahia. Até o momento, oito envolvidos morreram em confronto com a polícia. Em Sergipe foram quatro: dois em Aracaju, no Bairro Santa Maria e dois em Poço Redondo. Na Bahia, mais quatro: dois em Barreiras, um em Paulo Afonso e mais um no município de Luís Eduardo Magalhães. A ação que contou com auxílio da Polícia da Bahia ainda teve conseguiu prender três envolvidos até o momento. Estes serão conduzidos ao Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope).

A operação continua em andamento para o cumprimento de mandados. Vale ressaltar que esse grupo criminoso está envolvido em crimes de grande repercussão como: a morte do presidente da Câmara Municipal de Carira, de um vereador de Poço Redondo e de um ex-prefeito de Pedro Alexandre.

 

Ascom/SSP

18 de maio de 2018|Notas Públicas, Notícias, Prisões|