GTA realiza atendimento aeromédico a pacientes graves no interior do estado

Nesse fim de semana, o Grupamento Tático Aéreo (GTA), além do cumprimento das missões aeropoliciais, também atendeu a três chamados, que deram entrada pela central do Samu, para transporte de suporte avançado de pacientes que necessitavam de atendimento de urgência no interior do Estado, sendo um com origem no município de Canindé do São Francisco, outro em Propriá e um terceiro em Tobias Barreto.

O primeiro chamado atendido foi no município de Canindé do São Francisco, onde uma gestante de 20 anos havia iniciado o trabalho de parto prematuramente, e, para o devido suporte e segurança da mamãe e do bebê, foi necessária a remoção para internamento na unidade hospitalar em Aracaju.

O segundo caso tratou-se de uma gestante de 34 anos, moradora do município de Canhoba, que deu entrada no Hospital Regional de Propriá com quadro de eclampsia, situação diagnóstica que, caso não seja tratada com urgência, pode acarretar no aumento da pressão arterial, convulsões sucessivas e até levar ao óbito. A paciente foi acolhida pela aeronave Falcão 01 e removida para a unidade materna de alto risco na capital sergipana.

A terceira ocorrência foi atendida na região Sul do estado, precisamente no município de Tobias Barreto, onde um paciente de aproximadamente 70 anos apresentou fortes dores no tórax e, após diagnosticado pela equipe médica local com quadro de Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), necessitou de rápida remoção para atendimento especializado, por precisar de medicação para diminuir a lesão do músculo cardíaco.

Ambos os pacientes apresentavam quadros graves com possibilidade de morte caso não tratados a tempo, mas a efetiva intervenção do Grupamento Tático Aéreo e o atendimento médico avançado prestado em parceria com o Samu garantiram a sobrevida destes pacientes.

GTA

O Grupamento Tático Aéreo de Sergipe foi criado através da portaria nº 67/2009, de 19 de maio de 2009, e integra policiais militares, policiais civis e bombeiros militares nas funções de piloto de helicóptero e avião, tripulante operacional, mecânico de aeronave e apoio solo, além de contar com o emprego de duas aeronaves: um Helicóptero AS350BA, de codinome Falcão 01, com capacidade para seis pessoas e autonomia de 3h30, além de um avião EMB-810D Sêneca III, de codinome Falcão 02, com capacidade para seis pessoas e autonomia de 4h30.

Compete ao Grupamento Tático Aéreo o planejamento, comando, coordenação, fiscalização, manutenção e controle das operações aéreas. Entre as atividades desenvolvidas pelo GTA, destacam-se: o patrulhamento aéreo, o apoio em buscas e salvamentos, combate a assalto a bancos e estabelecimentos comerciais, mapeamento de áreas, entre outras.

Com informações do GTA