Operação Pé na Estrada realiza manutenção de armas, apoio técnico e assistência médica em todos os Batalhões

A Polícia Militar de Sergipe, por meio da 4ª Seção do Estado Maior Geral (PM4), setor responsável pela infraestrutura e logística de materiais e serviços da corporação, realizou nessa quinta-feira, 08, a 6ª Edição da Operação Pé na Estrada no município de Tobias Barreto, sede do 11º Batalhão de Polícia Militar (11º BPM). A ação tem por objetivo prestar apoio técnico-administrativo, realizar a manutenção de estrutura material e bélica, e levar saúde aos militares de todas as Unidades.

O projeto é uma orientação do comandante-geral da PMSE, coronel Marcony Cabral Santos,  que visa manter a funcionalidade do policiamento ostensivo e o bem-estar dos policiais, melhorando a estrutura das instalações e preparando a tropa para um serviço de qualidade em segurança pública e defesa da sociedade. Para isso, todos os Batalhões e Companhias da polícia serão visitados por um comboio de seis viaturas e mais de 20 policiais, entre técnicos, especialistas e médicos.

A Operação Pé na Estrada teve início no mês de outubro e acontece a cada duas semanas. As etapas anteriores assistiram os municípios de Estância (Sede do 6º BPM), Carmópolis (9º BPM), Propriá (2º BPM), Batalhão de Radiopatrulha em Aracaju, e o 4º BPM em Canindé de São Francisco. A 6ª edição seguiu o planejamento do comandante, dando prioridade aos Batalhões do Interior, como foi o caso de Tobias Barreto. Na oportunidade, mais de mil munições antigas foram substituídas por outras novas, além da limpeza e manutenção de mais de 30 armas de fogo. Ao mesmo tempo, o projeto reforçou ainda mais a confiança mútua e o elo entre a comunidade e a Polícia, com a participação da equipe do Hospital de Polícia Militar (HPM) em atendimento médico para a tropa e seus familiares. A próxima etapa segue em 22 de novembro em apoio ao 7º Batalhão com sede no município de Lagarto, no agreste sergipano. A operação deve se estender até o final do ano com a conclusão da visita a todos os Batalhões do interior e algumas unidades da capital.

“É um projeto do comando-geral, que visa apoiar logística e administrativamente todos os Batalhões, com prioridade no interior do Estado. Estamos oferecendo toda a assistência possível, com relação à infraestrutura, material bélico e assistência médica. Estamos orientando e fiscalizando a tropa quanto à manutenção de patrimônio, armamento e viaturas. Nas seis edições dessas ações, já percorremos mais de 1000 quilômetros, realizamos consertos, manutenção e limpeza de mais de 200 armas, fizemos a substituição de quase 5000 munições e coletes balísticos antigos por novos, para que num eventual confronto, os militares estejam preparados com os equipamentos adequados para agir. Trouxemos também material hidráulico e elétrico para reparos dos Batalhões e agasalhos esportivos para atividades diferenciadas que exijam maior mobilidade”, explicou o coronel Carlos Rolemberg, chefe da PM4 e comandante da Operação Pé na Estrada.

Desde a 2ª edição, equipes do Hospital da Polícia Militar estão somadas para realizar consultas e exames de glicemia e pressão visando o bem-estar e a saúde da tropa e seus familiares. O apoio já alcançou seis batalhões e pretende seguir em todas as unidades, sejam do interior ou da capital, a fim de que os policiais tenham uma melhor qualidade de trabalho e desenvolvam um melhor serviço junto à comunidade.