A Polícia Militar do Estado de Sergipe, por meio do Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb), flagrou na tarde da quinta-feira, 2, numa olaria do município de Itabaianinha, dois crimes ambientais referentes à atividade sem licença ambiental.

Por volta das 15h, a guarnição composta pelo cabo Barreto Júnior e os soldados Hugo e Fernandes fazia patrulhamento de rotina em Itabaianinha, visando coibir atividades sem licenciamento ambiental, e, no Povoado Curralinho, abordou quatro estabelecimentos especializados na fabricação de tijolos e telhas – olarias.

Em dois destes locais, após a abordagem policial, ficou comprovado que a licença ambiental para exercer a atividade estava vencida, o que, pela lei 9.605/98, constitui crime ambiental. Diante dos flagrantes, foram lavrados dois termos circunstanciados com base no artigo 60 da referida lei.