PM prende acusados de cometer desacato na capital sergipana

A Polícia Militar, através do Pelotão Ambiental, prendeu neste final e semana por dois homens acusados de cometer desacato contra os policiais militares que estavam de serviço. A primeira situação ocorreu na madrugada de domingo, 14, quando o Cisop 190 acionou uma guarnição composta pelo sargento Andrade, cabos Rubens e Santiago para verificar a situação de uma possível perturbação de sossego provocada por um espaço de eventos localizado no bairro Industrial, em Aracaju.

Os policiais seguiram ao local indicado e foi determinado à proprietária do local que a aparelhagem sonora fosse desligada, tendo em vista que o volume estava incomodando a vizinhança. O evento foi encerrado, porém um cidadão de 40 anos começou a insultar a guarnição de serviço e instigou outros indivíduos a procederem da mesma forma.

Quando os policiais foram chamados de ‘palhaços’, foi dada voz de prisão ao cidadão e o caso foi encaminhado à Delegacia Plantonista.

Outro desacato

Na noite de domingo, por volta das 19h, uma guarnição policial composta pelo sargento Cristo, soldados Almeida e Cunha realizava policiamento no ‘Fest Gay’, bairro Bugio, para coibir a perturbação de sossego provocada pelo som automotivo.

Um grupo que ingeria bebida alcoólica começou a impedir que a viatura se deslocasse, momento em que os policiais iniciaram abordagem aos cidadãos ali presentes. Um homem de 21 anos xingou os policiais e foi encaminhado à Delegacia Plantonista. Mais de 50 pessoas começaram a hostilizar os militares, inclusive jogando pedras e garrafas contra a viatura, causando inclusive dano na lateral do veículo.

15 de setembro de 2014|Notícias|