Polícia Militar está entre os órgãos que melhor administram os seus orçamentos segundo a seplag

A Polícia Militar do Estado de Sergipe está entre os órgãos que melhor administram os seus orçamentos. A avaliação é da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), que por meio da Superintendência de Programação Econômica e Orçamento (SPEO) criou o Índice de Qualidade da Gestão Orçamentária (IQGO), e desde então vem avaliando através deste índice a gestão de cada pasta com o seu orçamento.

A iniciativa visa melhorar a gestão da execução orçamentária de todas as secretarias e órgãos do Estado, e para isso, a equipe de Programação Econômica do Governo do Estado apresenta um balanço dos índices financeiros. Desde 2012, quando foi iniciada a avaliação, a Polícia Militar do Estado de Sergipe vem se destacando entre os órgãos que melhor geriram os seus orçamentos, o que reflete o ótimo trabalho desenvolvido pelos oficiais e praças da 6ª Seção do Estado Maior, setor responsável pelas finanças da Corporação.

Nesse sentido, os últimos índices apontam uma acentuada evolução no desempenho da PM ao longo dos últimos exercícios, visto que, em 2012 a nota obtida foi de 6,35, enquanto que em 2017, atingiu 8,83.  Esse comportamento positivo manteve a boa colocação da Corporação que constantemente aparece entre as dez melhores colocadas do ranking, dentre as 40 Unidades Gestoras Estaduais, inclusive, figurando entre os três primeiros lugares nos anos de 2014, 2016 e 2017.

O resultado apresentou-se acima da média dos outros órgãos, sendo considerado um índice excelente. Dentre os seis indicadores presentes, a Polícia Militar apresentou aumento em quatro deles: no foco na missão; na execução física total; na exequibilidade orçamentária e na execução financeira total.

IQGO

O IQGO é um apontador composto por seis indicadores que avaliam a qualidade na gestão, no planejamento e na execução do orçamento de uma Secretaria ou Órgão num determinado ano. A partir dele, cada Unidade Orçamentária do Estado passa a ter parâmetros para melhorar a administração de seu Orçamento. “Assim podemos otimizar os recursos e as prestações de contas de cada pasta especifica”, explica o superintendente da SPEO, Guilherme Rebouças.

O índice é medido através de três eixos: “Gestão por orçamento”, que avalia a capacidade de usar o orçamento como instrumento de gestão estratégica, sempre priorizando ações finalísticas; “Planejamento Orçamentário”, que é medido através da capacidade de previsão física e financeira das ações, organização das etapas das ações e clareza das prioridades da Secretaria/Órgão e “Execução Orçamentária”, medida por meio da capacidade operacional de realizar o orçamento previsto e produzir os resultados esperados.

30 de novembro de 2018|Notícias|