Polícia Militar intensifica o policiamento para garantir a segurança nos locais de votação

A Polícia Militar, para garantir a tranquilidade durante o segundo turno do pleito eleitoral, distribuiu três mil e duzentos profissionais, nos diversos locais de votação espalhados pelo estado de Sergipe. O efetivo foi distribuído com o objetivo de garantir a preservação da ordem pública e a repressão de crimes eleitorais.

O planejamento foi coordenado pelo comando da Polícia Militar e a Comissão de Planejamento de Segurança das eleições 2018, incluindo o Corpo de Bombeiros e a Guarda Municipal, para proporcionar ao cidadão o seu direito de votar com tranquilidade. “O pleito eleitoral é a maior expressão da democracia, e a Polícia Militar tem a nobre missão de garantir ao cidadão o direito de exercer a sua cidadania por meio do voto”, explicou o coronel Paulo Paiva, subcomandante da PM.

Além dos policiais escalados nos locais de votação, a tropa especializada foi acionada para reforçar a segurança das zonas eleitorais. De acordo com o comandante do Batalhão de Choque, major S. Júnior, o objetivo é prevenir possíveis crimes eleitorais, para que tudo ocorra com tranquilidade, assim como no primeiro turno. “Dessa forma, seguiremos com os trabalhos até a apuração do último voto, inclusive acompanhando a comemoração dos candidatos eleitos”, comentou.

Cada ponto de votação contou com a presença de no mínimo dois policiais, e em locais onde o fluxo de eleitores é maior, a segurança foi reforçada. Nesse sentido, o coordenador de local de votação, Francisco de Souza, responsável pelas urnas instaladas no Oratório de Bebé, no Centro da capital, elogiou a participação da Polícia Militar no pleito. “É imprescindível à presença da PM para garantir um processo eleitoral com segurança, principalmente, no que diz respeito ao combate à boca de urna”, enfatizou.