Polícia Militar realiza décima edição do projeto Pé na Estrada em Nossa Senhora das Dores

A ação é uma iniciativa da 4ª Seção do Estado Maior e tem como objetivo levar apoio técnico e administrativo para os Batalhões da capital e do interior.

A Polícia Militar de Sergipe, por meio da 4ª Seção do Estado Maior Geral (PM4), setor responsável pela infraestrutura e logística de materiais e serviços da corporação, realizou nessa quinta-feira, 31, a 10ª Edição da Operação Pé na Estrada, no município de Nossa Senhora das Dores, sede do 10º Batalhão de Polícia Militar (10º BPM). A ação tem por objetivo fornecer apoio técnico-administrativo, realizar a manutenção de estrutura material e bélica dos Batalhões, e levar assistência médica aos militares e seus familiares.

“Pé na Estrada” é uma iniciativa do comandante-geral da PMSE, coronel Marcony Cabral Santos de manter a funcionalidade do policiamento ostensivo e o bem-estar dos policiais, para a prestação de um melhor serviço de segurança pública e defesa da sociedade. Com isso, todos os Batalhões e Companhias da polícia serão visitadas e revisitadas por um comboio de seis viaturas e mais de 20 policiais, entre técnicos, especialistas e médicos.

Essa é a décima edição do projeto que teve início em outubro do ano passado e acontece a cada duas semanas, nas quintas-feiras de cada mês. Durante todo o dia, equipes do Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI), do Hospital da Polícia Militar (HPM), do Setor de Armamento e Munição e do Almoxarifado realizaram uma série de serviços para as melhorarias das instalações do 10º BPM, como também, consultas de saúde. Na ocasião, foram realizadas a limpeza e a manutenção dos equipamentos, e mais de 30 armas, a substituição de mais de 500 munições e troca de coletes usados por novos. Além das unidades da capital, a iniciativa já alcançou 2º, 3º, 4º, 6º, 7º e 9º Batalhões no interior do estado.

“É um projeto do comando-geral, que visa apoiar logística e administrativamente todos os Batalhões, com prioridade no interior do Estado. Estamos oferecendo toda a assistência possível, com relação a infraestrutura, material bélico e assistência médica. Estamos orientando e fiscalizando a tropa quanto a manutenção de patrimônio, armamento e viaturas.

Em todas as edições, realizamos consertos, manutenção e limpeza de quase 300 armas, fizemos a substituição de mais de 5000 munição e a troca de coletes balísticos antigos por novos, para que num eventual confronto, os militares estejam preparados com os equipamentos adequados para agir. Trouxemos também novos cartões alimentação, material hidráulico e elétrico para reparos do Batalhão e alguns agasalhos esportivos para atividades diferenciadas que exijam maior mobilidade do efetivo. Nesta edição também contamos com o apoio de uma equipe do Hospital da Polícia Militar para realizar consultas e exames de glicemia e pressão visando o bem-estar e a saúde da tropa e seus familiares. Já apoiamos 10 batalhões e esse ano fecharemos a meta de visitar todas as unidades da Polícia Militar. Após isso, seguiremos com o retorno a todas as unidades, sejam do interior ou da capital, com o pé na estrada a fim de que os policiais tenham uma melhor qualidade de trabalho e desenvolvam um serviço de excelência junto à comunidade.”, afirma o coronel Carlos Rolemberg, chefe da PM4 e comandante da Operação.

1 de fevereiro de 2019|CPMC, CPMI, Especializadas, Notícias, Outras Unidades, QCG|
Ajustar tamanho da fonte
Contraste