Emoção e reconhecimento marcaram a solenidade de Promoção por Ato de Bravura de seis policiais militares, realizada na manhã desta sexta-feira, 17, no salão nobre do Quartel do Comando Geral (QCG). A promoção é concedida aos policiais que se destacam pela demonstração de ações que ultrapassam os limites do dever funcional, com atitudes de coragem e audácia incomuns.

O comandante-geral da Corporação, coronel Marcony Cabral, destacou a conduta e os bons serviços prestados pelos promovidos. “O policial militar quando sai de casa para cumprir a sua missão diária já é um herói; embora os seis bravos guerreiros que estão sendo homenageados hoje tenham ido além das atividades do dia a dia. Servir ao próximo faz parte da natureza da nossa Corporação e, diante disso, eu espero que todos os policiais sigam os exemplos de trabalho e amor à profissão demonstrados por vocês”. O comandante também agradeceu a atitude do governador Belivaldo Chagas em conceder as promoções, ressaltando que mais do que policiais, estão sendo promovidos verdadeiros heróis.

Um dos agraciados foi o agora 3º sargento Romualdo Lemos, que atua na cidade de Propriá, distante 100 quilômetros da capital sergipana. No dia 4 de dezembro de 2016, ele, juntamente com a equipe, realizava o policiamento ostensivo na Prainha da Adutora, município de Telha, quando ouviu gritos com pedidos de socorro e imediatamente percebeu que se tratava de um caso de afogamento. O policial militar, na época, soldado Romualdo, não hesitou em arriscar a própria vida, mergulhando uniformizado nas águas do Rio São Francisco para resgatar uma jovem que estava se afogando. Passados mais de dois anos, o sargento ainda se emociona ao relembrar o fato. “Eu sou muito grato a Deus, ao comandante da Polícia Militar, à família e aos amigos que me apoiam nessa caminhada. É um orgulho fazer parte da Polícia Militar de Sergipe”, exclamou.

Além dele, foram promovidos por ato de bravura à graduação de 2º sargento, Lucivaldo Souza Alves; à 3º sargento, Leandro Lima, Paes Alves e Carlos Alexandre; como também, à graduação de cabo, o soldado Wesley Barros.