Batalhão de Polícia de Choque – BPChoque

Histórico

A história do Batalhão de Polícia de Choque se inicia com a criação do pelotão de Polícia de Choque em 20 de dezembro de 1979, através da Lei n.º 2234, de 10 de novembro, idealizado no Comando Geral do Cel EB Antônio Bendock, tendo como primeiro comandante o então 2º Ten PM Hélio Silva, com a missão precípua de realizar o Controle de Distúrbios Civis e o policiamento em eventos especiais.

A estrutura inicial do Pelotão de Choque contava com o efetivo de 60 policiais militares, sendo: um Oficial, dois Sargentos, seis Cabos e 51 Soldados. A primeira sede foi em uma das salas do Quartel do Comando Geral da PMSE, onde funciona atualmente o Comando de Policiamento Militar da Capital. O suporte de transporte era efetivado com uma Viatura Tipo Veraneio e um caminhão de transporte de tropa, conhecido por “Espinha de Peixe”. O serviço era desempenhado por três guarnições policiais militares (GP’s ou Grupos de Prontidão), cumprindo a escala de serviço de 24 horas por 48 de folga, sendo: um GP de Serviço; um GP de Reserva e um GP de Folga. Fato curioso diz respeito ao primeiro uniforme camuflado da tropa, pois em razão das dificuldades logísticas encontradas à época, o Sargento PM Edmur fez uma improvisação e efetivou a camuflagem do uniforme através da pistola de pintura automotiva no Centro de Manutenção da PMSE.

Nos idos de 1984, a sede do Pelotão de Choque foi transferida para as dependências do Quartel do 1º Batalhão de Polícia Militar, na Rua Argentina, Bairro América, onde atualmente funciona o Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças – CFAP, sendo comandado pelo então 2º Tenente PM Carivaldo dos Santos.

Em maio de 1990, o Pelotão de Choque foi transformado em Companhia de Polícia de Choque, sendo sediado nas instalações do Parque de Exposições João Cleophas, permanecendo até 1996, quando foi transferido para o Distrito Industrial de Nossa Senhora do Socorro, no Conjunto Marcos Freire, onde atualmente é a sede do 5º Batalhão de Polícia Comunitária, sob o comando do Capitão PM Julisvaldo Silva Sento Sé, permanecendo até maio de 1999, quando mais uma vez retornou para as instalações do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças.

Em 2004, iniciou o processo de transformação para a estrutura de Batalhão de Choque, sendo que em outubro de 2007, no Comando Geral do Cel PM José Péricles Menezes, tendo como Comandante do Batalhão de Choque o Major PM Carlos Rolemberg, a sede foi transferida para o atual prédio na Rua Castro Alves, no Bairro Ponto Novo.

A Portaria nº 0531, de 02 de Dezembro de 2008, exarada através do Comando Geral da PMSE, o Cel PM Alberto Magno dos Santos Silvestre, criou o Batalhão de Polícia de Choque, sendo que o Decreto Estadual nº 27.938 de 13 de Julho de 2011 fez a homologação da mesma com a seguinte estrutura: A 1ª Companhia de Polícia de Choque responsável pelo Controle de Distúrbios de Civis; A 2ª Companhia de Polícia responsável pelo Policiamento Tático Motorizado (Força Tática); A 3ª Companhia de Polícia de Choque responsável pelo policiamento de operações com cães (canil) e a 4ª Companhia de Operações Especiais.

Missão

O Batalhão de Polícia de Choque é uma subunidade operacional que tem a característica especial de ser uma tropa de pronta resposta, ou seja, uma tropa adequadamente adestrada e preparada para missões de vulto.

Área de atuação

A subunidade desempenha diariamente policiamento de estádios e outras praças esportivas, com ou sem cães. Atua também em distúrbios civis, como revoltas, rebeliões em presídios, etc.

Outra função bastante desempenhada pelos policiais de choque é o policiamento em grandes festas do Estado, como o Carnaval, Pré-Caju e Festejos Juninos.

O BPChq realiza ainda missões específicas, como o cumprimento de decisões judiciais, quando faz a segurança e reintegração de posse de imóveis ocupados na capital e interior e guarda e escolta de presos de alta periculosidade.

Comandante

Major QOPM Claudionor dos Santos Junior
Funcional do Comandante: (79) 98867-5463

Contato

Endereço: Rua Castro Alves, n° 481, bairro Ponto Novo, Aracaju/SE

Tel: (79) 3179-1290 / 98867- 6812

Email: choque@pm.se.gov.br

Horário de Funcionamento

Expediente Administrativo: 07h00 às 13h00

Expediente Operacional: 24 horas