sspm_propriáUma operação conjunta realizada na manhã desta quinta-feira, 7, desarticulou diversos pontos de tráfico de drogas na cidade de Propriá. As investigações, que culminaram nas prisões de Patrícia Soares Galdino, Everton Silva de Souza e Maria Aparecida de Lima Bezerra, surgiram após denúncias anônimas registradas pela população, no tocante ao tráfico de drogas na região.

De acordo com as investigações conduzidas pelo delegado Antonio Wellington, Patrícia Galdino tinha uma movimentação expressiva quanto ao comércio ilegal de drogas na região. Com ela foram apreendidas 30 pedras de crack, diversos telefones celulares, R$ 279,00 em espécie, juntamente com 24 notas promissórias preenchidas e 10 em branco. Documentos que o delegado acredita tratar-se de moeda de troca para execução de dívidas.

ssp_presos e drogas apreendidasEm outro ponto da cidade, os policias prenderam “Tom”, como é conhecido Everton, com uma pistola calibre .40 e um carregador com 13 munições. “Na realidade, nosso alvo era o parceiro dele, o ‘Dadá’. Ambos possuem mandado de prisão preventiva em aberto, acusados de praticar homicídio contra um homossexual no povoado Cruz das Donzelas, em Malhada dos Bois. Na data do fato, eles trocaram tiros com a polícia sergipana durante perseguição, mas não foram pesos. Os policiais apenas recolheram estojos de munição calibre 9mm, de uso restrito das forças policiais, arma utilizada pelos suspeitos no evento”, detalha o delegado.

Ainda na operação – que envolveu as delegacias de Propriá, Neópolis, Cedro de São João; o Grupo Especial de Busca e Repressão (Gerb); e o canil do Batalhão de Choque da Polícia Militar – foi presa “Cida”, como é conhecida Maria Aparecida, encontrada com maconha e também enquadrada por tráfico de drogas na região.

Fonte: SSP/SE

Última atualização em 7 de julho de 2016 às 05:00:55.