Segundo o balanço operacional divulgado pela Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) nesta sexta-feira (30), as forças policiais se reuniram 19 vezes para atuações pontuais de combate ao crime no município de Lagarto, região Centro-Sul de Sergipe. As ações conjuntas resultaram na redução do registro de mortes no município, saindo de 22 óbitos em 2021 para 11 óbitos no ano de 2022.

Durante as operações, foram realizadas prisões em flagrante, cumprimento de mandados judiciais, apreensões de armas, veículos e drogas na cidade.

Em avaliação sobre os trabalhos no ano, Paulo Cristiano, Delegado Regional de Lagarto, ressalta a importância da integração entre as polícias. “A integração entre as forças policiais demonstra profissionalismo e resulta em eficiência no combate ao crime, que cada vez mais se aperfeiçoa em táticas para tentar enganar a polícia”, afirmou.

O tenente-coronel Matheus Massoti, Comandante do 7° Batalhão de Polícia Militar (7°BPM), destaca que “Lagarto é uma cidade muito complexa e extensa, o que também revela uma atividade criminosa intensa, nas mais diversas áreas. Entretanto, os números comprovam a eficiência da Integração e só temos a comemorar”.

Combater a criminalidade através das ações conjuntas resultaram na redução de ocorrências e ampliou a sensação de segurança e tranquilidade para os moradores do município.
“Importante comemorar 155 dias sem ocorrências de homicídio por aqui, o que é memorável quando consideramos que Lagarto é uma cidade que está em pleno desenvolvimento”, concluiu o delegado Paulo Cristiano.

Nas 19 vezes em que houveram integração entre as polícias, foram apreendidas 21 armas de fogo, uma vasta quantidade de drogas e alguns veículos. Também foram registrados óbitos daqueles que reagiram à atuação policial.

Um ponto de destaque no combate a roubos está no mês de julho. Nesse mês, uma associação criminosa amedrontava passageiros de transporte intermunicipal após cometer uma série de assaltos em ônibus. Com o início das investigações, a Polícia Civil detectou uma nova ação do grupo, acionou a Polícia Militar e, juntos, conseguiram por fim à atuação do grupo. Na operação, três suspeitos foram localizados, três armas apreendidas, dez aparelhos celulares e uma quantia de dinheiro foram recuperados e devolvidos às vítimas.

Outro destaque encontra-se no combate ao tráfico de drogas. Com a integração, foram retirados de circulação aproximadamente 10 kg de entorpecentes, entre maconha, cocaína e crack. “Combater com afinco o tráfico de drogas acaba inibindo a prática de homicídios e outros crimes que orbitam o universo da disputa pelo mercado de consumidores. E somos testemunhas disso na cidade de Lagarto”, conclui o tenente-coronel Matheus.

Fonte: Ascom/SSP

Última atualização em 30 de dezembro de 2022 às 10:17:08.