A Polícia Militar de Sergipe por meio do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), realizou nesta sexta-feira, 17, uma doação de sangue coletiva para reforçar o estoque de sangue do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose).

Preocupados com o aumento da procura por doações de sangue, que ocorre principalmente, no período carnavalesco, alunos do Curso de Formação de Soldados organizaram a campanha Solidariedade na Veia. A mobilização começou em janeiro deste ano recebendo solicitações diárias da sociedade sergipana, e teve seu ponto alto no dia de hoje com a realização de um mutirão para doação de sangue.

O futuro soldado da Polícia Militar, L. Santos, estava entre os 45 voluntários que doaram sangue, para ele, atitudes como esta, aproximam ainda mais a sociedade da instituição militar.

Durante o carnaval, ocorre um aumento no número de acidentes, contudo, o estoque será abastecido para suprir a demanda do Hemose e do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse), explicou a gerente do centro, Roseli Dantas. “É uma parceria importante, sempre que solicitamos, a Polícia Militar contribui conosco”, disse Roseli.

Outra a ressaltar a importância do ato de solidariedade foi a aluna do curso de formação, Ana Carolina. “É importante que todos doem, já que não sabemos quando precisaremos de uma doação de sangue. É preciso que todos tenham essa consciência”, completou a aluna.

Para o tenente coronel, Carlos Rolemberg, comandante do CFAP, é de suma importância que no período de formação policial, seja desenvolvido um sentimento de solidariedade com o próximo, principalmente, por meio da mútua cooperação com a sociedade. Destacou, ainda, que outras ações são desenvolvidas durante o curso de formação. “Estamos planejando ações de cunho social que visam incutir nos novos policiais, a consciência da solidariedade e cidadania”, finalizou o oficial.

 

Última atualização em 20 de fevereiro de 2017 às 11:06:48.