Os atletas do projeto social A Escola Vai ao Batalhão de Choque desenvolvido pela Polícia Militar do Estado de Sergipe, participaram no último sábado, 28 de setembro, na cidade de Maceió-AL, do III Open Nordeste de Judô. A competição reuniu atletas de todos os estados do Nordeste, com destaque para os judocas sergipanos que alcançaram o honroso 2º lugar geral.

A conquista foi alcançada em parceria com outra equipe sergipana que também disputou os combates do evento e juntas representaram a seleção do estado.

Dos 25 atletas do projeto social que participaram do evento, 24 trouxeram medalhas. “O resultado foi uma vitória do judô sergipano, dos atletas do projeto social da PMSE, graças ao apoio que recebemos de todas as fileiras da Corporação, desde o soldado mais recruta até o comandante-geral, coronel Marcony Cabral”, afirma o sargento Élvio Marcelo Lisboa, idealizador do programa.

Os atletas estão colhendo os frutos de uma iniciativa abraçada pelo Sesi e pelo comando da Polícia Militar, que tem como foco o ensino do judô, além de desenvolver atividades de reforço escolar direcionadas a jovens da comunidade. O projeto A Escola Vai ao Batalhão de Choque já atendeu mais de 500 jovens, em oito anos de existência.

Última atualização em 4 de outubro de 2019 às 01:14:34.