Nesta segunda-feira, 25, o comandante-geral da Polícia Militar do Estado de Sergipe, coronel Marcony Cabral Santos, assinou a Portaria de Progressão por Tempo de Serviço (PTS) nas instalações do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), localizado no Bairro Ponto Novo, em Aracaju. Na oportunidade, a sargento Catia Soeli foi homenageada.

Nesta manhã, durante a assinatura da Portaria da PTS no Batalhão de Polícia de Choque, o comandante-geral relembrou que os dias 25 de abril e 25 de agosto são datas muito importantes, porque remetem a Progressão por Tempo de Serviço. Essas datas marcam uma das maiores conquistas da Corporação, pois cada militar sabe exatamente quando vai ser promovido.

Durante a assinatura do documento, o coronel Marcony Cabral destacou que para o policial militar a promoção é sempre um momento de alegria e de reconhecimento da carreira. “Hoje, tive a oportunidade de assinar a Portaria da PTS e fiz questão de fazer essa assinatura aqui no BPChoque. Nessa momento, em nome dos militares deste batalhão, faço minha homenagem a todos os policiais promovidos”, disse.

“Em especial quero homenagear a, agora, 1º sargento Catia Soeli, uma pessoa que tem uma história brilhante na Polícia Militar, e, principalmente, aqui no BPChoque. Ela é uma guerreira que fez história nas fileiras da Instituição. Catia entrou na Corporação em 1993 e hoje tenho a honra de promovê-la a 1º sargento. Em nome dela, homenageio todos militares que, nesta data, estão sendo promovidos. Que Deus abençoe a carreira de cada um deles, a fim de que possam continuar firmes na defesa da sociedade sergipana”, enfatizou o coronel Marcony.

Na oportunidade, a militar recém promovida à graduação de 1º sargento, Catia Soeli Nascimento Santos, ressaltou a satisfação e alegria em galgar mais um degrau na profissão, a qual ela escolheu para trabalhar há 29 anos.

“É com muita emoção que recebemos a visita do comandante-geral aqui no batalhão para assinar a Portaria e para me homenagear. Esse momento, sem dúvida, ficará gravado na minha memória. Ao longo dos anos de trabalho na Polícia Militar, a gente espera ser reconhecida, mas tudo acontece no tempo certo. Estou muito feliz pelo dia de hoje. Agradeço a Deus presença do comandante-geral para colocar minhas divisas aqui à frente da tropa de choque. Sou muito agradecida por esse momento”, destacou Soeli.

 

Última atualização em 25 de abril de 2022 às 12:58:04.