O coronel Marcony Cabral destacou o esforço do Governo do Estado para levar dignidade à população por meio de diversas ações sociais, como fator essencial no combate ao crime.

Em entrevista ao programa do radialista Jailton Santana, na Rádio Jornal FM, no início da manhã dessa quarta-feira, 16, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marcony Cabral, falou sobre as principais estratégias utilizadas no enfrentamento da criminalidade em Sergipe.

No primeiro bloco do programa o coronel Marcony foi questionado sobre a assinatura do decreto que facilita a posse de armas no país. Ele explicou que se trata de um tema bastante polarizado e, nesse sentido, ainda não existe um consenso sobre a questão. “O fato é que o decreto foi pensado com bastante cautela, para que as discussões sobre o tema fossem ampliadas posteriormente pelo Congresso Nacional”. Ainda sobre a flexibilização da posse de armas, o comandante da PM observou que mesmo com a assinatura do decreto, os crimes cometidos com a utilização de armas de fogo continuarão sendo investigados pelas autoridades competentes, mesmo nos casos de legitima defesa. Deixou claro ainda, que a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe continuará combatendo a entrada ilegal de armas de fogo no estado.

Na oportunidade, o coronel Marcony falou também sobre a importância da aplicação do policiamento comunitário e explicou como essa modalidade vem sendo ampliada nas diversas unidades da Polícia Militar. Constantemente, o comandante tem visitado e levado o seu apoio aos Conselhos Comunitários de Segurança que funcionam nos bairros da capital e interior, reforçando a importância de haver um estreitamento continuo entre a comunidade e os órgãos que fazem a segurança pública. “É uma política do Governo do Estado que vem se aprofundando cada vez mais”, afirmou.

O comandante disse aos ouvintes da rádio que a Polícia Militar vem planejando e executando constantes ações de combate à criminalidade e à violência em Sergipe, como por exemplo, a ampliação das Forças Táticas para grande parte dos batalhões da PM. No entanto, orientou a população sobre a necessidade de registrar as ocorrências, para que elas entrem nas estatísticas da PM e ajudem nas estratégias de combate.

O coronel Marcony ressaltou o esforço do Governo do Estado para levar dignidade à população por meio de diversas ações sociais, como fator essencial no combate à criminalidade, e, ao final, agradeceu aos ouvintes e à emissora rádio. “Eu agradeço pelo espaço e volto a afirmar que eu sou apenas uma engrenagem de um comando que tem ao seu lado homens e mulheres abnegados”.

Última atualização em 17 de janeiro de 2019 às 10:00:58.