Na manhã desta terça-feira, 11, foi realizada uma reunião, por meio virtual, entre a Polícia Militar do Estado de Sergipe (PMSE) e o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE). O objetivo foi dá as boas-vindas ao presidente do TSJE, desembargador Edson Ulisses de Melo, e reafirmar a parceria entre as Instituições.

Para o comandante-geral, coronel Marcony Cabral, a visita, adaptada para o meio virtual por conta da pandemia, serviu para expor a satisfação da instituição Polícia Militar com a nova gestão no Poder Judiciário, que é parceiro estratégico da segurança pública de longa data. Ainda segundo o comandante, o encontro também objetivou dá as boas-vindas ao desembargador Edson Ulisses de Melo e desejar sucesso nessa nova caminhada.

“Marchando com o Tribunal estaremos com um Poder, o qual é reconhecido pela sociedade e é, extremamente, importante para o estado democrático de direito. Nós nos colocamos à disposição para fazermos jus a essa parceria. Queremos reafirmar o compromisso com essa relação, demasiadamente, frutífera entre a PM, inclusive, com convênios firmados em andamento”, destacou o coronel Marcony Cabral.

Já o presidente do TJSE agradeceu a disponibilidade e destacou o propósito em estabelecer essa parceria para poder melhor servir à sociedade.

“Ficamos felizes em ouvir as palavras do senhores que representam essa Instituição tão importante para o povo do nosso estado. O Tribunal de Justiça tem um planejamento estratégico e reserva essa continuidade, não só administrativa, mas também de relacionamento. O comportamento do Judiciário é um comportamento isento, assim como a Polícia Militar também, mas temos que ter essa visão holística, pois existem aqueles que sofrem mais e nós devemos colaborar, contribuir, para atenuar esse sofrimento. Criar um clima de pontes e não de cercas, essa é a nossa proposta”, frisou o desembargador.

Foram citadas algumas parcerias, a exemplo da integração com o Portal Criminal, que permite a comunicação célere entre o TJSE e a PM e o convênio com a  Escola Judicial de Sergipe (Ejuse), que possibilita a capacitação dos oficiais da PM em curso de formação e pós-graduação e contribui com uma redução dos custos pelo Estado, uma vez que evita deslocamentos dos oficiais para outros estados da federação para a realização dos cursos e o consequente afastamento de suas funções. Também foi destaca a importância dos militares cedidos ao TJSE, que desempenham atividades como a segurança das unidades, dos magistrados, quando necessário; das escoltas de presos dentro dos fóruns; além da realização dos cursos de segurança para magistrados.

Também participaram da videoconferência, o subcomandante da PMSE, coronel Paulo Paiva; o chefe da 5ª Seção do Estado Maior (PM5), tenente-coronel Machado; e diretor de segurança do TJSE, delegado Flávio Sandro de Albuquerque Souza.

Última atualização em 11 de março de 2021 às 03:13:27.