O Departamento Estadual de Trânsito (Detran/SE), em parceria com a Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran), realiza nesta quarta-feira, dia 1º de junho, às 8 horas, o encerramento da programação do “Movimento Maio Amarelo – Atenção pela Vida”. O evento acontecerá no pátio da sede da autarquia, em solenidade cívico-militar, que contará com a entrega de medalhas de Mérito do Trânsito e de Tempo de Serviço a civis e a policiais. A solenidade será marcada ainda pela conclusão do estágio de nivelamento e conhecimento de pilotagem para militares motociclistas.

Durante todo o mês de maio, diversas ações educativas voltadas ao ‘Movimento Maio Amarelo’ foram realizadas na capital e no interior do Estado, através da equipe da Coordenadoria de Educação do Trânsito (COET) do Detran/SE, da CPTran e de agentes de trânsito das Superintendências de Trânsito e Transportes  – SMTTs  – dos municípios visitados. As atividades incluíram distribuição de material educativo, palestras em escolas públicas e fábricas, jogos e comandos nas ruas e envolveram professores, alunos, condutores, motociclistas, passageiros e pedestres, levando uma mensagem de alerta para a necessidade do cuidado e da segurança no trânsito, com o objetivo de evitar acidentes e preservar vidas.

A solenidade de encerramento do Maio Amarelo será aberta ao público e tem o propósito de abranger toda a sociedade na luta por um trânsito mais humano e cidadão.
Detran/SE finaliza atividades do Maio Amarelo com palestra em escola pública

Terminou nesta terça-feira, dia 31, na escola Estadual Acrísio Cruz, zona oeste da capital, as atividades da programação do Movimento Maio Amarelo, promovido pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran/SE). Na ocasião, cerca de 30 alunos do 8º Ano, na faixa etária de 13 e 15 anos de idade, participaram de um jogo interativo e assistiram a vídeos e palestras educativas da equipe da Coordenação de Educação para o Trânsito (COET).

Para o coordenador da COET, Ailton Lima, finalizar a campanha do Maio Amarelo dentro das escolas cumpre a finalidade do movimento. “Durante todo mês estivemos em escolas públicas, empresas e com os motoristas. Estar em escolas gratifica porque é plantar sementes. À medida que os estudantes sabem o que é certo e errado no trânsito, amplia-se e muda o comportamento para um trânsito mais seguro. Finalizar nosso trabalho dessa maneira é estar cumprindo a missão em favor de um trânsito mais humano”, explicou.

A diretora da escola que recebeu a equipe do Detran/SE, Maria Francisca dos Santos Bruno, falou sobre o papel transformador e multiplicador nas escolas. “A escola precisa muito de parceria e o Detran/SE vem como uma ferramenta de educação para os jovens e crianças. Começar desde cedo a conhecer as regas de trânsito faz com que essas informações sejam levadas até a fase adulta. Isso reflete no comportamento e envolvimento da família, colegas e amigos para agirem da mesma forma”, falou.

Já a estudante Samylla Silva de Oliveira, 13, aprovou a iniciativa e percebe que essa fase já possibilita um amadurecimento de comportamento no trânsito. “Mesmo não sabendo dirigir, é interessante a gente conhecer e prevenir para o presente e futuro. Boa parte dos alunos aqui na sala tem essa faixa etária e a gente tem que reforçar com nossa família para ter um trânsito seguro. Estamos perdendo vidas por causa do trânsito. Isso é muito grave”, relatou a aluna.

Fonte: Ascom-Detran/SE

Última atualização em 31 de maio de 2016 às 03:28:54.