Com o objetivo de homenagear àqueles que contribuem efetivamente para o alto nível de desempenho das operações aéreas em nosso estado, o Grupamento Tático Aéreo de Sergipe (GTA) condecorou militares de Sergipe e Bahia com a Medalha de Mérito major Álvaro Carvalho. A solenidade aconteceu na manhã dessa quarta-feira (21), no auditório do Aeroporto Santa Maria, em Aracaju.

O nome da honraria faz referência ao major da Polícia Militar de Sergipe, Álvaro Carvalho, oficial e piloto de helicóptero que deixou um grande legado para todos que fazem parte da aviação brasileira. O militar perdeu a vida em um acidente aéreo no Espirito Santo, enquanto transportava órgãos para transplantes com mais cinco pessoas.

A medalha é a maior comenda da aviação no âmbito da segurança pública sergipana e foi entregue como reconhecimento e agradecimento pelos serviços prestados ao GTA ao longo de seus 13 anos de atividade em prol da população. Entre os homenageados, estavam os policiais militares do Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (GRAER).

“Estamos estendendo nossa homenagem para o GRAER, na certeza de que existe uma grande parceria e consideração entre nós, seja na formação dos profissionais ou no apoio de operações envolvendo as duas unidades especializadas no policiamento aéreo”, reforçou o coronel Fernando Góes, coordenador do GTA.

Bastante emocionado, o coronel Anailton Maurício Costa, chefe do Gabinete Militar do estado da Bahia, demonstrou sua gratidão após o recebimento da honraria.

“Solenidades como estas são bastante significativas para nós, policiais militares, que reconhecemos o valor histórico e sentimental dos símbolos, a exemplo das divisas, dos breves e das medalhas. Por tudo isso, receber a medalha major Álvaro Carvalho e coloca-la no peito tem uma grande representatividade para mim e para todos os meus colegas da Polícia Militar da Bahia”.

O oficial da PMBA finalizou seu discurso afirmando que enquanto estiver na ativa, carregará a medalha major Álvaro Carvalho que, para ele, representa história, sentimento e dedicação ao serviço público.

A comitiva dos oficiais da Polícia Militar da Bahia foi recepcionada pelo coronel José Pereira Andrade Filho. Na ocasião ele representou o secretário da Segurança Pública de Sergipe, João Eloy.

“As histórias das policias militares de Sergipe e Bahia estão conectadas por diversos fatos marcantes. Na década de 70, por exemplo, após a redução do nosso efetivo, a Polícia Militar da Bahia absorveu duas turmas de oficiais da nossa Corporação. Em outra ocasião, desta vez na década de 80, as provas do nosso curso de formação de oficiais foram aplicadas pela nosso coirmã baiana”, comentou sobre o sentimento de irmandade entre as duas corporações.

Última atualização em 22 de dezembro de 2022 às 10:10:50.