Laranjeiras, cidade tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), marcada pela força da sua arquitetura colonial e de grandes tradições folclóricas, comemora nesta quarta-feira, 02, um dado importante na esfera da Segurança Pública: 108 dias sem registros de homicídios em todo o município. A informação foi divulgada pelo delegado titular da Delegacia de Laranjeiras, Marcelo Pais. Segundo o chefe de Polícia Civil, o último crime contra a vida ocorrido na cidade foi registrado no dia 15 de maio deste ano.

De acordo com Marcelo Pais, o sucesso dos 108 dias sem ocorrências de homicídio se deve tanto à atuação da equipe de policiais civis na investigação desse tipo de crime, quanto à criação da 4ª Companhia de Polícia Militar, vinculada ao 5º Batalhão (4ªCia/5º BPCom), responsável pelo policiamento ostensivo no município de Laranjeiras. “A ausência desse tipo de crime nesse longo período se deve tanto à nossa atuação, seja por meio da apuração, busca e prisão dos acusados, quanto por parte da Polícia Militar, através do aumento do policiamento ostensivo com a chegada da nova Companhia. Com a nova unidade, houve o aumento do efetivo, o que contribui muito para o não registro desse tipo de delito”, ressaltou o delegado.

Surgimento da 4ª Cia/5ºBPCom

Criada por meio de Portaria nº 025, de 11 de junho de 2015, tanto a 4ªCia/5º BPCom quanto os 9º e 10º Batalhões surgiram por meio de estudos técnicos que avaliaram fatores como extensão territorial, população, número de ocorrências e logística necessária ao desempenho das atividades de segurança pública, visando otimizar o policiamento preventivo no interior, a partir da redução da área de atuação de cada batalhão. Tudo isso com o intuito de adequar as áreas de gestão operacional do policiamento ostensivo e melhor atender aos anseios de segurança da população residente nos municípios do interior sergipano.

Segundo o comandante do 5º BPCom, Major Anael, antigamente o policiamento realizado em Laranjeiras ficava a cargo da 3ª Companhia do 2º Batalhão, responsável pela segurança de 14 municípios do Estado. Hoje, com a nova distribuição da área de atuação, a 4ªCia/5º BPCom é responsável apenas pelo patrulhamento de três municípios, entre eles, Laranjeiras, o que resulta na redução dos índices de criminalidade na região. “Antigamente, por conta da grande abrangência de cidades pela antiga companhia, o município de Laranjeiras contava apenas com a atuação de dois policiais militares. Hoje a realidade é totalmente diferente. Só em Laranjeiras, contamos com cerca de 10 policiais atuando diariamente, além de termos o apoio de uma equipe da Radiopatrulha e três conjuntos do Grupo Especial Tático de Motos (GETAM), que atuam no recobrimento dos três municípios de atuação da unidade”, enfatizou o comandante.

Sobre o policiamento no Centro Histórico, a secretária do Departamento de Arquitetura da UFS, Aline Francine Souza, 29, falou sobre a melhora da atuação da PM no local, uma das demandas feitas pelos estudantes e funcionários do Campus da Universidade Federal de Sergipe na cidade: “Vemos sim uma melhora nos serviços prestados pelos policiais. A presença constante dos militares na área tem afastado a ação dos bandidos na localidade, trazendo mais segurança não só para os estudantes, quanto para nós, funcionários”.

Conforme o comandante da 4ªCia/5º BPCom, capitão Sérgio, só nos primeiros 30 dias de funcionamento da nova companhia, foram efetuadas aproximadamente 1.300 abordagens a veículos, transeuntes e estabelecimentos comerciais, além da apreensão de oito armas de fogo e dois simulacros. No tocante às ações de patrulhamento preventivo, o capitão explicou que além do efetivo empregado diariamente na região, há também a realização de ações constantes, por meio da Operação Sergipe Mais Seguro, que visam combater a criminalidade na região. “Uma vez por semana, o efetivo ordinário da 4ª Cia/5ºBPCom é empregado, juntamente com o apoio de militares de unidades especializadas, como Radiopatrulha, Grupamento Especial Tático de Motocicletas (Getam) e da Apolo, para a intensificação de abordagens. São cerca de 36 militares, tanto do serviço ordinário quanto extraordinário, atuando com o objetivo de prevenir o cometimento de delitos no município”, disse.

Reconhecimento da população

O taxista Edinaldo dos Santos, 66 anos, morador da cidade há mais de 30 anos, ressaltou a eficiência da atuação da PM com a realização das operações de blitz e a sensação de segurança que é transmitida para a população: “Estamos tendo mais segurança. Depois da criação da nova companhia percebemos a diferença. O policiamento melhorou bastante. A Polícia vem fazendo várias blitz, abordagens constantes, e isso faz com que a gente aprove o trabalho que vem sendo feito. A Segurança Pública está de parabéns, fazendo um trabalho diferenciado, e a população agradece. Eu, como parte da comunidade, agradeço pelo trabalho que vem sendo realizado e espero que continue sempre para melhor”.

Já o comerciante Emerson Batista Rocha, proprietário de uma farmácia que funciona há sete anos na cidade, também parabenizou o trabalho que vem sendo efetuado pelos PMs vinculados à nova companhia. “A sensação de segurança é a melhor possível. A todo tempo, policiais passam pelo calçadão onde fica localizado o meu estabelecimento, além de ver que rondas vêm sendo feitas em toda cidade durante todo o dia. Então para mim a melhora é de 100%. A gente entende que a Polícia não pode estar em todo canto, a toda hora, mas sabemos que ela tem feito a parte dela. Isso é inegável”, enfatizou.

Fonte: Ascom/SSP – Por Priscilla Melo

Banner ilustrativo: Luan Barbosa

Última atualização em 3 de setembro de 2015 às 07:00:28.