A Polícia Militar realizou na tarde desta sexta-feira, 26, uma operação denominada ‘Saturação’, com o objetivo de prevenir ações delituosas em determinados pontos da Grande Aracaju, como bairros Siqueira Campos, Centro, Treze de Julho; e avenidas Hermes Fontes e Francisco Porto. Além destas áreas, a cidade de Nossa Senhora do Socorro também recebeu reforço no policiamento, resultando na apreensão de mais de 52Kg de entorpecente em uma residência no povoado Taboca.

“Com a chegada das festas de final de ano, estaremos reforçando determinados pontos da Grande Aracaju com o objetivo de reduzir os índices de criminalidade nessas regiões. Continuaremos com ações desta natureza até o final do ano, em horários, datas e localidades definidas com base em dados estatísticos de ocorrências registradas por cidadãos”, destacou o coronel Maurício da Cunha Iunes, comandante geral da Polícia Militar.

A operação ‘Saturação’ foi realizada com o efetivo de 68 policiais militares, reunindo o efetivo administrativo da Corporação e unidades especializadas. Na oportunidade, foram realizadas apreensões de três armas de fogo, três facas e droga, além de abordagens a ônibus e a cidadãos.

Apreensão de 52Kg de maconha

Durante a operação, o Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) efetuou a apreensão de 58 tabletes de maconha prensada, perfazendo cerca de 52Kg da droga, em uma residência situada na rua da Frente, na entrada para o Presídio Feminino, localizado no povoado Taboca, município de Nossa Senhora do Socorro.

A ação ocorreu por volta das 16h15, quando equipes da Radiopatrulha, sob o comando do major Vitor Anderson, recebeu denúncia de populares relatando que um indivíduo, identificado como Manoel Messias Mota, 44 anos, realizava o comércio de entorpecentes a varejo na localidade, em uma residência nas proximidades do referido estabelecimento prisional.

Após abordagem no interior do imóvel, foram apreendidos 58 tabletes de maconha prensada que estavam dentro de duas malas de viagem escondidas na cozinha da casa. “Na semana passada, nossa equipe realizou a apreensão de 53Kg de maconha. Graças ao trabalho intenso e comprometimento dos nossos militares com a segurança pública, conseguimos retirar de circulação mais 52Kg da droga”, declarou o Oficial. A droga apreendida foi encaminhada ao Departamento de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil, onde foi realizada pesagem do entorpecente.

Tentativa de homicídio

No final da tarde, uma equipe da 1ª Companhia do 8º Batalhão de Polícia Comunitária (1ª Cia/8º BPCom) prendeu em flagrante Jonny Jesus de Oliveira Santos, 23 anos, Renidy Sacramento dos Santos, 18, Gielson de Almeida Rodrigues, 19, e sua irmã, uma adolescente de 17 anos, acusados de tentarem cometer homicídio contra um comerciante, em ocorrência registrada no Centro comercial de Aracaju. Com o grupo, a PM apreendeu três armas de fogo.

A ação ocorreu por volta das 17h30, quando uma equipe do 1ª Cia/8º BPCom, ao efetuar o policiamento na rua José do Prado Franco, nas proximidades do Mercado Albano Franco, ouviu o barulho de tiros deflagrados e transeuntes correndo em sentido oposto aos policiais, na referida via. Após diligências, os militares encontraram um indivíduo alvejado com três tiros no tórax, em frente ao seu estabelecimento comercial.

Ao averiguar o ocorrido, os policiais receberam a informação de que a tentativa de homicídio havia sido efetuada por quatro indivíduos, de posse de armas de fogo, que teriam empreendido fuga em direção ao mercado Albano Franco.

Após várias diligências, os policiais militares efetuaram a prisão dos quatro envolvidos, que estavam no interior de um veículo. No procedimento de abordagem, foram apreendidos três revólveres calibre 38, com 16 munições, sendo quatro delas deflagradas. Ainda no local, a quadrilha confessou a autoria do crime, alegando que teria sido motivado por vingança.

Segundo o acusado Gielson, a vítima identificada como o comerciante Alceu, seria o autor de um homicídio praticado contra seu irmão, falecido no ano passado na cidade de Penedo, em Alagoas. “Alceu matou meu irmão no ano passado. Ele é um homicida, foragido da Justiça por esse crime. Eu atirei mesmo, atirei para me vingar da morte do meu irmão”, declarou Gielson.

Todos os envolvidos foram encaminhados à Delegacia Plantonista e a vítima ao Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE).

Opiniões sobre a operação

Para o motorista de ônibus de transporte alternativo Antonesco Santos Passos, ações desse tipo por parte da PM são positivas. “Realizo trajeto diário de Aracaju até Santo Amaro, então corremos riscos tanto na capital como nas rodovias. O trabalho da PM é muito importante para garantir nossa segurança”, mencionou o motorista que teve os passageiros abordados no bairro Siqueira Campos, na capital sergipana.

O Centro de Aracaju foi outro ponto contemplado pela operação. Segundo o taxista João Luiz, que trabalha em um ponto na praça General Valadão, o trabalho da PM no local é importante. “É muito bom para nós taxistas, comerciantes e cidadãos saber que a PM está por perto. A gente trabalha com mais tranquilidade e se sente mais seguro”, pontuou.

De acordo com o comerciante Antônio Marcos dos Santos, o policiamento na Treze de Julho é observado com frequência. “Trabalho aqui há nove anos, sempre das 7 às 22h. Noto sempre o trabalho da PM e sei também que os policiais não podem estar em estar em todos os lugares ao mesmo tempo”, disse.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Última atualização em 27 de setembro de 2014 às 09:55:28.