A Polícia Militar do Estado de Sergipe, através do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp), participou de duas ações sociais neste mês de Outubro. Homens e mulheres da Unidade militar apoiaram o desenvolvimento de ações sociais na capital sergipana, colaborando com o Projeto Fumaça Zero, no bairro Aeroporto, e com um orfanato situado no Orlando Dantas. As atividades visam a integração da sociedade com a Corporação.

Projeto Fumaça Zero

O Projeto Social Fumaça Zero é uma iniciativa da comunidade do bairro Aeroporto e adjacências e promove ações sociais visando orientar crianças e adolescentes para a prática das boas maneiras, inserindo-os em atividades esportivas, culturais e educativas. As cerca de 100 crianças carentes matriculadas no projeto são assistidas semanalmente com atividades que visam prevenir o uso de drogas e o cometimento de atos infracionais.

A iniciativa conta com o apoio da Associação de Moradores do Santa Tereza e Adjacências, SESI, Senac, igrejas locais (católica e evangélicas), além de empresários locais e da Polícia Militar, através do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp), que realizou atividades lúdicas com dezenas de crianças neste mês de Outubro.

Orfanato no Santos Dumont

Em outra ação, orientada pelo capitão Teixeira, policiais do BPRp distribuíram presentes e lanches às crianças assistidas por uma creche, coordenada por uma entidade católica no bairro Santos Dumont. Para a visita, os radiopatrulheiros fizeram uma campanha na Unidade militar, arrecadando presentes, lanches e brindes.

No local, que atende crianças carentes na zona Norte da capital, os policiais interagiram com as crianças e presenteou-as durante atividades realizadas na tarde da segunda-feira, 13. Para o capitão Teixeira, ajudante do BPRp, “foi um momento especial, pois além da importância do dia festivo, o evento proporcionou o estreitamento dos laços de amizade entre a comunidade e a PMSE”.

De acordo com o tenente-coronel Carlos Rolemberg, comandante do BPRp, “estas ações demonstram o comprometimento dos valorosos radiopatrulheiros com a sociedade, salientando a importância da Unidade no contexto social, nas atividades que vão desde o policiamento ostensivo radiomotorizado às ações sociais, que fortalecem a cidadania e, por consequência, a imagem da Corporação perante a sociedade”.

Última atualização em 16 de outubro de 2014 às 02:36:05.