Na manhã desta quarta-feira, 29, os integrantes do Grupo de Gestão de Crises e Conflitos (GGCC) da Polícia Militar do Estado de Sergipe realizaram mais um cumprimento de mandado de reintegração de posse de forma pacífica e sem emprego da tropa. A ação ocorreu no município de Barra dos Coqueiros, na propriedade identificada como Loteamento Costa Azul, com a participação do GGCC, do oficial de justiça responsável pelo cumprimento e de integrantes da Frente Nacional de Luta (FNL), ocupantes das propriedades.

Essa é a terceira vez no ano de 2017 que a Polícia Militar garante o cumprimento de mandado de reintegração de posse sem o emprego da tropa, conforme ocorreu nos municípios de Nossa Senhora do Socorro e Propriá. O cumprimento pacífico é resultado do trabalho desenvolvido pelos integrantes do GGCC junto aos ocupantes, mantendo um diálogo aberto e favorável para as partes, demonstrando a forma de agir da PMSE e ressaltando que a postura da Instituição é evitar o confronto e a presença da tropa especializada em ações como essas. Além disso, a disposição ao diálogo por parte da liderança do movimento FNL facilitou as negociações desenvolvendo uma relação de confiabilidade entre a PM e a comunidade.

As negociações com os ocupantes da propriedade iniciaram em fevereiro deste ano, quando os integrantes do GGCC realizaram as primeiras visitas técnicas, promovendo a abertura do diálogo com as lideranças do referido movimento social na tentativa de apresentar a importância do cumprimento de uma determinação judicial, bem como, do convencimento da saída voluntária dos ocupantes. A área encontrava-se ocupada por aproximadamente 20 (vinte) barracos, e a desocupação se deu após deliberação do movimento, de acordo com o prazo de saída voluntária apresentada pelo Grupo de Gestão de Crises e Conflitos.

“A Polícia Militar realiza mais uma reintegração de posse pacificamente, o que é resultado de um diálogo favorável em busca de soluções para os conflitos, de modo a evitar o uso da tropa e obedecer à decisão judicial, preservando a integridade de todas as partes envolvidas”, destaca a tenente Belisa França, coordenadora do GGCC.

Última atualização em 29 de março de 2017 às 06:28:49.