A Polícia Militar do Estado de Sergipe, por meio do Comando do Policiamento Militar da Capital (CPMC) e em parceria com outros órgãos, está montando um projeto-piloto para coibir e, por consequência, reduzir os roubos a ônibus em Aracaju e na região metropolitana. Na manhã desta terça-feira, 14, os envolvidos se reuniram mais uma vez no Quartel do Comando Geral (QCG), com o intuito de se aprofundar nas estratégias que serão adotadas nos próximos dias.

Segundo o que já foi definido, o projeto será implementado numa linha de ônibus estrategicamente escolhida e que não será divulgada, para que o elemento surpresa não seja comprometido. A partir daí, serão instaladas câmeras com melhor resolução, no intuito de obter imagens com mais qualidade, fato que facilitará a identificação de possíveis infratores envolvidos neste tipo de crime, e, por consequência a prisão e a retirada destes do seio da sociedade.

Entre as estratégias já traçadas, também está o recadastramento dos ambulantes, que será feito pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) e pretende tornar o acesso aos terminais mais rigoroso, dificultando que informantes, ou mesmo criminosos, se passem por estes profissionais e usufruam do benefício de observar a rotina das linhas, dos profissionais e dos usuários mais de perto.

A expectativa é que tais ações sejam implementadas em breve, pois o CPMC tem avaliado formas para a redução no roubo a ônibus e já tem colhido frutos positivos, pois, no último período estudado, foi constatada uma queda nos crimes deste tipo, que passaram de 34 para 17.

Órgãos envolvidos

Além da PM, participam da ação, a Polícia Civil, o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Município de Aracaju (Setransp), SMTT, Guarda Municipal de Aracaju e Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Aracaju (Sintra).

Última atualização em 14 de fevereiro de 2017 às 12:49:29.