A Polícia Militar de Sergipe, através do Pelotão de Polícia Ambiental (PPAMB), flagrou na tarde dessa segunda-feira, 04 de maio, uma extração irregular de um minério conhecido como “arenoso”, em ocorrência registrada no Povoado Genipapo, situado no município de Lagarto, distante 75 quilômetros da capital sergipana.

A ação ocorreu por volta das 14h, quando a equipe Arara 02, composta pelo cabo Givonaldo e soldados Eric, Wildy e Michelle, foi acionada pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP), a fim de verificar uma ocorrência de extração de minério no Povoado Genipapo, no referido município. Segundo denúncia repassada por moradores, algumas máquinas estariam no local retirando um material de uma área recoberta por vegetação.

Ao chegar à localidade, os militares flagraram dois homens, com o auxílio de uma retroescavadeira, extraindo um material identificado pela guarnição como sendo “arenoso”, um minério de areia bastante valorizado pelas casas de material de construção.

Outra irregularidade observada pela guarnição, é que no local da extração irregular havia uma cobertura vegetal original. Indagados sobre estarem de posse de autorização do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e da licença ambiental da Administração Estadual do Meio Ambiente (ADEMA), os homens disseram que desconheciam a necessidade de se obter tais documentos, informando ainda que o material retirado era comercializado na cidade de Lagarto e região.

Constatada a irregularidade e o flagrante de crime ambiental, a retroescavadeira foi apreendida e os homens foram conduzidos à Superintendência de Polícia Federal em Aracaju, onde assinaram um termo circunstanciado e vão responder por crime ambiental previsto no artigo 55 da Lei de Crimes Ambientais.

 

 

 

 

 

 

Última atualização em 6 de maio de 2015 às 10:40:54.