A Polícia Militar de Sergipe, por meio do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq), promove o I Curso de Intervenções em Estabelecimentos Carcerários, voltado para os policiais atuantes na referida unidade especializada. As instruções tiveram início no dia 15 e são divididas em duas semanas, perfazendo o total de 10h/aula para cada um dos quatro grupamentos policiais do BPChq.

A primeira semana foi destinada especificamente aos estudos dos Direitos Humanos, sob a orientação do capitão Marcelo. Já esta segunda etapa do curso tem como foco as instruções práticas sobre táticas de mobilização, utilização do bastão perseguidor (tonfa) e outras técnicas para a melhor atuação da tropa de Choque nas ocorrências em instituições carcerárias e de internação de adolescentes em conflito com a lei.

Instrutor da disciplina prática, o cabo Élvio fala acerca da importância da iniciativa para o trabalho da tropa. “Neste curso serão repassadas técnicas de condução, imobilização, contenção de cidadão em unidades do sistema carcerário, com o intuito precípuo de padronizar o modus operandi da tropa de Choque nesses estabelecimentos. Com essa padronização, a gente acredita que o número de incidentes negativos nos estabelecimentos prisionais e casas de internação de adolescentes vai reduzir bastante”, enfatizou o militar, que é formado em Educação Física e faixa preta em judô.

O instrutor observou ainda que as técnicas aprendidas durante o curso serão úteis não somente nos estabelecimentos carcerários, mas também em outros eventos que exijam a atuação da tropa de Choque, como é o caso do pleito do dia 15 de outubro. “As instruções também vão servir para que, caso esses policiais sejam necessários, apliquem técnicas de condução, de imobilização sem forças, sem agressões aos cidadãos em conflito com a lei”, acrescentou o cano Élvio.

O militar frisou que o I Curso de Intervenções em Estabelecimentos Carcerários é fruto da política de formação continuada adotada pelo Batalhão de Choque, que constantemente realiza cursos visando a aprimorar o trabalho de seus policiais, de forma a atender cada vez melhor a população sergipana.

Última atualização em 22 de setembro de 2014 às 05:29:53.