A Polícia Militar do Estado de Sergipe, por meio do Pelotão Ambiental, realizou nessa terça-feira, dia 15, uma operação com o objetivo de coibir o transporte, estocagem e o uso de madeira de forma ilícita, na cidade de Nossa Senhora das Dores.

A ação ocorreu por volta das 10 h, quando a guarnição composta pelo sargento Cristo, cabo Glaucus e soldados Hugo e Wildy, realizavam fiscalização no Povoado Sapé, quando populares denunciaram que caminhões circulavam no povoado carregados com diversos tipos de madeira, a maior parte oriunda das regiões da caatinga e mata atlântica  para abastecer os fornos para fabricação de blocos e tijolos. Os policiais foram até o local e flagraram três olarias utilizando madeira, observando-se espécies como angico, pau-pombo, jurema e imburana.Segundo a legislação, esse tipo de atividade requer licenciamento ambiental.

A guarnição realizou abordagem aos responsáveis pelas olarias, solicitando documentos, dentre os quais o DOF (documento de origem florestal), que é obrigatório e comprova a origem e tipo da madeira utilizada. Os suspeitos relataram que compram a madeira de forma clandestina de desconhecidos, que trazem a madeira de Estados vizinhos, geralmente à noite, para burlar a fiscalização.

Diante do flagrante de crime ambiental, foram confeccionados três termos circunstanciados por crime ambiental, previstos no artigo 46 da Lei 9.605/98, que serão encaminhados à Comarca de Nossa Senhora das Dores.

Última atualização em 16 de dezembro de 2015 às 12:38:15.