A programação da reunião foi marcada por palestras, homenagens e discussões de projetos de interesse dos militares estaduais

Com o objetivo de debater projetos de interesse dos militares estaduais e reforçar a representatividade da Polícia Militar de Sergipe em âmbito nacional, o subcomandante da PMSE, coronel Paulo Paiva, representando o comandante-geral, coronel Marcony Cabral, participou da Primeira Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais de Polícias Militares e Corpos de Bombeiros (CNCG) – 2021. As atividades ocorreram entre os dias 15 e 16, no auditório de um hotel localizado em Brasília – DF, e contou com a participação de comandantes-gerais das Forças Militares de Segurança Pública de todo país.

O coronel Paiva destacou a relevância do encontro, marcado por palestras, homenagens e discussões de projetos. “De fato, uma importante reunião dos comandantes-gerais das polícias militares e dos corpos de bombeiros, depois de um longo período de reuniões feitas de forma virtual, os comandantes voltam a se reunir de maneira presencial para, obviamente, debater, discutir e deliberar, enquanto colegiado, sobre assuntos do extremo interesse das corporações. E o comandante Marcony nos concede, mais uma vez, a oportunidade de representá-lo nessa importante assentada. Para se ter uma ideia dos temas, da importância dos temas tratados, nós tivemos uma palestra com o deputado João Campos, do Estado de Goiás, relator do novo Código de Processo Penal, que está sendo finalizado para ser enviado para votação em plenário. Na ocasião, ele nos expôs, com a oportunidade, enquanto operadores de segurança pública, de fazermos algumas observações pontuais quanto ao texto que ele já considera finalizado, mas que nos dá oportunidade ainda de fazermos algumas sugestões de modificações. Então, cito apenas para mostrar como importante é a força da instituição CNCG”.

“Outro exemplo extremamente elucidativo da importância da reunião foi o encontro com o deputado Capitão Augusto, do PL de São Paulo, relator do Projeto de Lei 4.363 de 2001, que trata da Lei Orgânica dos Militares Estaduais do Brasil. Outra lei de crucial importância, que diz respeito diretamente aos interesses dos militares estaduais do Brasil, e que o CNCG tem a oportunidade de interagir diretamente com o relator da matéria, podendo, obviamente de maneira estratégica, intervir para aprimorar um texto segundo os interesses das nossas corporações. Então é mais um exemplo relevante das reuniões do conselho nacional”. Concluiu o subcomandante da PMSE.

Homenagens

Durante a abertura do evento realizado na Capital Federal, a Polícia Militar do Rio Grande do Norte (PMRN) condecorou integrantes da PMSE com a Medalha do Mérito Policial Luiz Gonzaga. Na ocasião, o comandante-geral da PMRN, coronel Alarico José Pessoa, outorgou medalhas ao comandante-geral da PMSE, coronel Marcony Cabral, ao sub comandante-geral, coronel Paulo Paiva, e ao major Alysson Cruz.

A medalha é destinada a premiar membros da Polícia Militar ou das Forças Armadas e quaisquer cidadãos, em geral, que se distinguiram ou venham a distinguir-se por serviços prestados à Polícia Militar e à Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Norte, no campo militar, científico, social ou econômico.

Sobre o CNCG

O CNCG é um colegiado composto por todos os Comandantes-Gerais de Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares dos Estados e do Distrito Federal, instituído em 12 de fevereiro de 1993. O atual presidente do conselho é o coronel da Polícia Militar da Paraíba, Euller Chaves.

O colegiado tem por missão o fortalecimento e articulação dos Sistemas de Segurança Pública, Defesa Social e Defesa Civil, atuando em rede de cooperação com as Instituições Militares Estaduais do Brasil, consolidando a eficiência dos serviços e a promoção da cidadania.

Última atualização em 16 de setembro de 2021 às 03:59:59.