Nessa sexta-feira, 24, policiais do 1º Batalhão de Polícia Militar libertaram uma mulher que estava sendo encarcerada pelo próprio companheiro no Bairro Santa Maria.

O Ciosp 190 informou aos militares sobre uma ocorrência de cárcere privado no Conjunto Padre Pedro, que foi verificada imediatamente. Inicialmente, a vítima negou que estaria trancada contra a própria vontade, mas os policiais perceberam que ela apresentava sinais de agressão física, e insistiram pra que ela falasse sobre os hematomas em seu rosto, mas ela disse que havia caído de moto. Foi então que a equipe pediu que ela abrisse o portão da casa, e ela informou que não tinha as chaves.

A PM esclareceu à vítima que precisava verificar a presença de seu companheiro na residência, e nesse momento, foi possível ouvir barulhos vindos do interior do imóvel, provocados pelo homem, que fugia pelo quintal da casa. Após a fuga de seu agressor, a mulher se sentiu segura em afirmar que estava sim, encarcerada desde o dia anterior, e que as marcas em seu rosto eram, na verdade, marcas das agressões que vinha sofrendo por pare dele. A mulher pediu aos policiais que ajudassem ela, e autorizou que os portões fossem arrombados e que eles entrassem.

A vítima, que afirmou não possuir família em Aracaju, foi encaminhada ao DAGV para que fossem adotadas as medidas pertinentes ao caso.

Última atualização em 25 de junho de 2022 às 01:59:10.