Com o objetivo de aprimorar e padronizar técnicas policiais, a Polícia Militar de Sergipe, por meio do Comando de Operações Especiais (COE), promoveu o Estágio de Aplicações Táticas para cadetes do 1º ano do Curso de Formação de Oficiais (CFO). A qualificação operacional que marcou a transição dos alunos para o 2º semestre CFO, ocorreu entre os dias 7 e 12 de novembro, nas dependências do COE.

As instruções foram ministradas por especialistas do Comando de Operações Especiais e da Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac), com destaque para Montagem e Desmontagem de Armas Longas, incluindo a mais nova espingarda Benelli, arma de fabricação italiana, utilizada tanto como Instrumento de Menor Potencial Ofensivo, ou com munição letal; Técnicas de Manuseio de Armas Longas e Pistola; Conduta de Patrulha; Tomada de Ângulo, Progressão Ponto a Ponto, entre outras.

Ao longo da semana, os alunos também tiveram a oportunidade de debater e praticar técnicas de Noções de Patrulha Urbana e Rural, além de Manejo de Explosivos. As técnicas de Patrulha Urbana foram aplicadas pelas ruas do Bairro América, em Aracaju. Já Patrulha Rural foi praticada na zona rural de São Cristóvão, nas imediações da base do COE, local este cercado por matas, onde os cadetes puderam efetuar transposição de rios, cercas e vegetação, tanto no período noturno como diurno.

Com a conclusão do estágio, os futuros oficias da PMSE experimentaram as mais diversas atividades exercidas pelas Unidades Especializadas, assimilando o conhecimento técnico necessário para atuar de maneira adequada frente à missão de proteger a sociedade sergipana.

Última atualização em 14 de novembro de 2022 às 03:25:49.