Entre os dias 16 e 22 de dezembro, a Polícia Militar do Estado de Sergipe, por meio da Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPCães), participou do Curso de Mantrailing promovido pela Polícia Militar da Bahia. A capacitação possibilita aos profissionais de segurança a condução de cães para o rastreamento de pessoas através de odor específico.

Na oportunidade, a PMSE foi representada pelo comandante da CIPCães, capitão Moisés Moraes e pelo soldado Torres, além da cadela Dana da raça Pastor Belga de Malinois, que participaram de vários treinamentos práticos na sede do Batalhão de Choque da PM da Bahia. A qualificação também habilitou policiais e cães para trabalharem na elucidação de crimes.

Além dos policiais militares Sergipanos, também estiveram presentes policiais civis, bombeiros militares, agentes prisionais, civis adestradores e policiais militares dos estados de Roraima, Alagoas, Minas Gerais e São Paulo.

O soldado Torres esclarece que Mantrailing é a busca específica de cheiro de um indivíduo, através do Partículas de Decomposição Celular (PCD), onde quer que tenham sido dispersadas. “O cão possui cerca de 450 milhões de células olfativas, enquanto um ser humano possui cerca de 5 milhões. Sabemos ainda, que o cão consegue fazer distinção de vários odores no mesmo ambiente. Cada ser humano possui um odor único, podendo variar a sua concentração de acordo com a temperatura e o tempo de exposição no ambiente.”

Última atualização em 24 de dezembro de 2019 às 12:24:14.