No ano de 2020, foi determinada uma medida protetiva em favor da vítima

Uma ação integrada da Polícia Civil e da Polícia Militar deflagrada nesta terça-feira, 23, resultou na prisão em flagrante de suspeito pelos crimes de ameaça em circunstância de violência doméstica e descumprimento de medida protetiva. A vítima já havia sofrido agressões no ano de 2020, quando foi atendida pelo Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV).
De acordo com as investigações, durante a manhã desta terça-feira, o homem ligou  para a vítima e disse que iria até a cidade de Riachuelo, onde ela reside, para matá-la. No início da tarde, a vítima procurou a delegacia para fazer o novo Boletim de Ocorrência, quando a avó dela ligou e disse que o suspeito esteve a sua procura em casa, dizendo que iria matá-la. O suspeito, então, saiu conduzindo uma motocicleta em busca da vítima e seu atual namorado pelas ruas da cidade.
Imediatamente, os policiais civis e militares do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) foram em busca do suspeito e efetuaram a prisão em flagrante do agressor, em via pública, pelos crimes de ameaça em circunstância de violência doméstica e descumprimento de medida protetiva. No ano de 2020, mediante uso de faca, a vítima foi cortada  no braço e cabelo, em Aracaju, onde foi atendida pelo DAGV e determinada a medida protetiva de afastamento em favor da vítima, que se mudou, com medo, para a cidade de Riachuelo.
Diante dos crimes cometidos, o flagrado ficará preso a disposição do Poder Judiciário, pois não cabe arbitramento de fiança, pela polícia, no crime de descumprimento de medida protetiva.
Fonte: Ascom/SSP

Última atualização em 24 de março de 2021 às 11:31:38.