A Polícia Militar de Sergipe, por meio do Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb), prendeu três homens por crime ambiental de caça ilegal de animais silvestres, na tarde dessa quarta-feira, 8, durante patrulhamento de rotina nas proximidades de um remanescente de Mata Atlântica localizado no município de Santo Amaro das Brotas, a 37 quilômetros de Aracaju.

Durante as rondas, a guarnição Arara 01, sob o comando do sargento Cristo, percebeu três indivíduos portando armas de fogo, do tipo espingarda, e mais alguns utensílios utilizados em caça de animais, em um local conhecido como Mata da Lombada, na zona rural de Santo Amaro. Ao notar a presença da viatura, os infratores fugiram, adentrando na mata.

De imediato, a guarnição desembarcou da viatura e iniciou uma perseguição a pé, localizando os suspeitos alguns minutos depois, no interior da vegetação, em uma área de difícil acesso. Na abordagem e revista pessoal, os policiais encontraram duas espingardas calibre 32, oito cartuchos do mesmo calibre ainda intactos, dois cartuchos já deflagrados, alguns cartuchos de calibre 20, facões, facas e um animal da espécie cutia, já abatido.

Em conversa com os indivíduos, estes alegaram que já praticam a caça de animais há muito tempo e de maneira recreativa. Diante do flagrante, os três foram conduzidos à Delegacia Plantonista, sendo autuados por crime ambiental previsto no artigo 29 da Lei de Crimes Ambientais e por porte ilegal de arma de fogo. O referido crime prevê detenção de seis meses a um ano, e multa, a quem matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida.

Última atualização em 9 de julho de 2015 às 03:59:06.