Capitã da Polícia Militar discursa na Câmara de Vereadores de Estância sobre a Ronda Maria da Penha

Durante a tarde dessa quarta-feira, 3, a comandante da Ronda Maria da Penha da Polícia Militar do Estado de Sergipe, capitã Fabíola Góis, discursou no plenário da Câmara de Vereadores de Estância sobre a implantação do projeto piloto de enfrentamento à violência doméstica e familiar no município.

Em seu pronunciamento, a capitã explicou aos vereadores que o projeto tem como foco garantir segurança às mulheres vítimas de violência que possuem medida protetiva decretada pela justiça. “As mulheres assistidas são visitadas frequentemente com o objetivo de possibilitar tranquilidade para que elas retomem a autoestima e autonomia de vida,” ressaltou a oficial.

De acordo com a policial militar, as mulheres estão morrendo por uma situação cultural e machista. “Isso tem que ser combatido e é o que está sendo feito. É necessário meter a colher, porque a violência doméstica é um crime como qualquer outro. Há quem diga que a agressão doméstica contra mulher é normal porque o agressor é esposo, é namorado, é companheiro, etc. É preciso educar os homens para respeitar as mulheres. É preciso orientar as mulheres para que elas saibam quais são os seus direitos e irem atrás deles”, disse.

O programa foi implantado em Estância no dia 08 de março, Dia Internacional da Mulher, e oferece policiamento ostensivo, preventivo e de orientação às mulheres que já possuem medidas protetivas. O projeto piloto tem como aliados o Judiciário, o Ministério Público, o CREAM e a DAGV.

Inicialmente, equipes da Ronda Maria da Penha farão visitas às mulheres que possuem a medida protetiva de forma a fiscalizar o seu cumprimento por parte do agressor. Às mulheres assistidas é fornecido um número de celular funcional para contato imediato com os policiais em caso de descumprimento das restrições judiciais impostas aos agressores.

O presidente da Câmara, vereador André Graça, agradeceu pela dissertação feita aos parlamentares e público presentes e parabenizou a capitã pelo trabalho em defesa da mulher.

 

Com informações da Câmara de Vereadores de Estância

4 de abril de 2019|6º BPM, CPMI, Notas Públicas, Notícias|