Governador lança editais dos concursos para PM, Bombeiros, Guarda Prisional e Gestor

O governador Jackson Barreto lançou, na manhã desta terça-feira (03), no Palácio dos Despachos, os editais para realização de concursos públicos para Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Agentes Penitenciários e Gestores Públicos. Serão ofertadas 661 novas vagas na rede pública estadual, sendo 300 vagas para soldado da Polícia Militar e 30 para aspirante; 200 vagas para soldado Bombeiro; 12 para aspirante; 100 vagas para Guarda Prisional e 19 vagas para Gestor Público. Os editais estarão disponíveis no Diário Oficial do Estado, a partir desta quarta-feira (04).

Para o governador Jackson Barreto, os editais acompanham o crescimento do estado e atendem às demandas existentes. “Nós estamos vendo a necessidade que o estado tem de engrandecer o número de policiais para atender às necessidades. O crescimento do estado nos leva a essa posição de aumentar o número de profissionais. Serão 661 novas vagas, todos com cotas de 10% para afrodescendentes. Só melhora a Segurança Pública quando se investe na segurança, principalmente quando aumenta o efetivo da Polícia Militar. Eu acredito que o próximo governador vai ter que fazer isso. Começa nomeando 300 e, de acordo com o número de aprovados, vai ter que ir nomeando, como eu fiz também com a Polícia Civil, com 100 vagas no edital. E hoje, com a Polícia Civil, com a Perícia, já estamos com quase 300 nomeados. Estou muito feliz como governador do Estado por estar cumprindo com a minha palavra de, antes de sair do governo, publicar esses editais”, ressaltou.

O vice-governador Belivaldo Chagas disse que ação demonstra a preocupação do governo do Estado com a questão da segurança pública. “ São mais policias militares que serão convocados a partir deste concurso, assim como também vai reforçar Corpo de Bombeiros, agentes penitenciários e, reforçar a própria administração com concurso para gestor público. O governo do Estado mostra seu compromisso para com a modernização também da máquina administrativa”,  destacou.

Na opinião do secretário de Estado da Segurança Pública, João Eloy, a ampliação do efetivo refletirá na elevação da segurança pública e na proteção da população.  “Se todo governador fizesse concurso, como o governador Jackson fez, a história da segurança pública seria outra. Depois desse concurso, eu tenho certeza que os outros governadores que virão, irão olhar para a Segurança Pública como o governador tem olhado”, disse.

Editais

As provas objetivas deverão ser realizadas em datas diferentes, 60 dias após a publicação do edital. Os candidatos aprovados nas provas objetivas serão submetidos a novas fases: teste de aptidão física (exceto Gestor Público), avaliação psicológica (exceto Gestor Público) e Pesquisa de Conduta Social (exceto Gestor Público). Após a realização dessas fases, os aprovados ingressam na carreira e se submetem a cursos de formação (eliminatório para todas as categorias e eliminatório e classificatório para os Gestores). A contratação deverá ser em 2019.

Para soldado da PM, será exigido o nível médio e, para aspirante, ser bacharel em Direito. Para bombeiro, a exigência é de nível médio para soldado e de nível superior em qualquer área para aspirante. Já para guarda prisional, o interessado precisará apenas ter o nível médio e para gestor público ter qualquer formação superior.

O salário inicial dos aprovados no concurso de soldado da PM e Bombeiros será de R$ 3.370,00 e o de aspirante será de R$ 9.236,39; o salário do agente penitenciário corresponderá a R$ 1.500,00; e o de gestor público R$ 7.714,29.

Para o concurso da Polícia Militar e Bombeiros haverá uma quota de 20% para mulheres. Já para guarda prisional, 75 vagas serão para homens e 25 para mulheres. Em todos os concursos haverá quota de 10% para afrodescendentes.

Efetivo

De acordo o comandante da Polícia Militar de Sergipe, coronel Marcony Cabral, os editais fazem parte da política de aumento da frota da Policia Militar desenvolvido pelo governo do Estado. “Isso tem um reflexo direto nas ruas, porque a Polícia Militar para fazer o trabalho preventivo precisa de um efetivo condizente com as demandas de violência que se apresentam no País e esse concurso vai trazer uma oxigenação à Coorporação, inclusive, movimenta a juventude porque é mais uma possibilidade de emprego que surge. Vale destacar também o concurso para oficiais tem mais de dez anos, e isso significa a sequência da gestão da corporação porque são pessoas que entrarão na Policia Militar e serão os futuros comandantes gerais da Polícia Militar de Sergipe. Então, nós estamos satisfeitos e esperamos que a implementação dessa politica seja perene. Espero que os próximos governos também façam sua parte para que o efetivo possa atender a demanda da sociedade”, frisou.

O secretário Rosman Pereira destacou a importância da realização dos concursos. “É de extrema importância por colocar no serviço público estadual centenas de pessoas nesse momento de crise e pelos serviços que os aprovados prestarão à população”, afirma.

Em outubro, a PMSE incorporou ao seu contingente 249 novos soldados aprovados no concurso de ingresso aos quadros da Corporação em 2014. Foi a terceira turma daquele concurso. Em março de 2016, ingressaram na corporação 350 novos soldados e, em janeiro de 2015, aconteceu a formatura da primeira turma constituída por 657 alunos. Com as três turmas ingressaram mais de 1.250 novos soldados na Corporação.

Já foram chamados 295 agentes e escrivães do concurso realizado em 2014 para provimento de vagas dos cargos de Agente de Polícia Judiciária Substituto e Escrivão de Polícia Substituto, pertencente ao quadro de pessoal da Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Em 2014, a SSP realizou concurso para peritos médico-legal, perito odonto-legal e perito criminal (nível superior) e papiloscopista e agente técnico de necropsia (nível médio). Na primeira convocação, em maio de 2015, foram nomeados servidores. Novas convocações foram feitas em junho e agosto de 2016, totalizando 74 nomeados.

Unidade de ensino do Corpo de Bombeiros

Na oportunidade, o governador assinou também ordem de serviço para reforma do imóvel para implantação do Departamento de Pesquisa e Instrução do Corpo de Bombeiros. Um investimento de R$ 437.862.000 mil.  Segundo o governador, a unidade do Ensino do Corpo de Bombeiros irá funcionar num espaço da Escola John kennedy. “O espaço estava sem uso e nós passamos para o Corpo de Bombeiros. Ela será reformada e adaptada para ser um centro de estudos do Corpo de Bombeiros. É mais uma vitória para o Corpo de Bombeiros de Sergipe”, ressaltou o governador.

“Nosso último concurso foi realizado há 11 anos, consequentemente a corporação foi interiorizada, várias unidades foram implantadas em cidades do nosso estado para atender melhor a população. Além disso, nós fortalecemos a parte de atividades técnicas, que é a fiscalização, análise de projetos, vistorias, prevenção contra incêndios. E tudo isso que nos fizemos foi com o mesmo efetivo. Aliás, o efetivo diminuiu porque com o passar do tempo, as pessoas se aposentam e ,consequentemente, além das atividades terem aumentado, além da nossa demanda de trabalho ter aumentado, nosso efetivo diminuiu em virtudes de alguns bombeiros que tiveram que se aposentar.  Então, esse concurso é de extrema importância para que possamos melhorar os serviços já existentes e implementar outros. Por exemplo, temos a pretensão de criar uma nova unidade operacional na região do Alto Sertão Sergipano, uma região que o Corpo de Bombeiros ainda não se faz presente”, revelou o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Mendes.

Concurso do Magistério

Na ocasião, o governador Jackson Barreto relatou a importância de se fazer também o concurso para o Magistério. “Eu falei com Belivaldo chagas, nosso vice-governador que vai assumir o governo. Ele sabe da importância de realizarmos o concurso para professor este ano, porque se não realizarmos, no próximo ano teremos dificuldades para fazer as escolas funcionarem. Há uma demanda muito grande e um número de aposentadoria também muito grande. É preciso fazer esse concurso”.

Presenças

Estiveram presentes os secretários de Estado da Comunicação Sales Neto; Justiça, Cristiano Barreto; da Fazenda, Josué Modesto;  o deputado estadual Capitão Samuel e a superintendente da Casa Civil Conceição Vieira.

 

Fonte: Agência Sergipe de Notícias

3 de abril de 2018|CPMC, CPMI, Notas Públicas, Notícias, QCG|