PMSE conquista terceiro lugar na avaliação da gestão orçamentária dos órgãos estaduais

Na quinta-feira, 5, a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) reuniu os assessores de planejamento dos órgãos do Governo do Estado em seu auditório e, por meio da Superintendência de Programação Econômica e Orçamento (SPEO), divulgou o ranking dos que melhor geriram os seus orçamentos em 2017. De acordo com o levantamento, a Polícia Militar do Estado de Sergipe ficou em terceiro lugar, dum total de 40 instituições avaliadas. A colocação é reflexo do ótimo trabalho desenvolvido pelos oficiais e praças da 6ª Seção do Estado Maior, setor responsável pelas finanças da Corporação.

O IQGO é apurado há cinco anos, sendo que a PMSE ficou colocada uma vez em segundo lugar e nas outras em terceiro. Em 2017, a Corporação alcançou a nota de 8,83, mostrando um acréscimo em relação a 2016, quando a nota obtida foi 8,10. O resultado apresentou-se acima da média dos outros órgãos, sendo considerado Excelente na escala de avaliação.

Segundo o superintendente de Programação Econômica e Orçamento da Seplag, Guilherme Rebouças, com o IQGO se pode otimizar os recursos e as prestações de contas de cada pasta especifica. O instrumento vem apontando uma evolução positiva nos últimos anos. “Em 2017, a média geral do IQGO foi de 6,96, uma melhora significativa quando comparado a 2016, onde o resultado obtido foi de 6,55”, afirmou Rebouças.

Indicadores

Dentre os seis indicadores presentes no Índice, a Polícia Militar do Estado de Sergipe apresentou aumento em quatro deles: no foco na missão; na execução física total; na exequibilidade orçamentária e na execução financeira total.

IQGO

A Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) criou em 2013 o Índice de Qualidade da Gestão Orçamentária (IQGO) e desde então vem avaliando a gestão do orçamento de cada pasta do Governo. O índice é composto por seis indicadores que avalia a qualidade na Gestão, no Planejamento e na Execução do orçamento de uma entidade/Órgão em um determinado ano. A partir dele, cada Unidade Orçamentária do Estado passa a ter parâmetros para melhorar a administração de seu Orçamento. A iniciativa visa melhorar a gestão da execução orçamentária de todas as secretarias e órgãos do Estado.

Com informações da Seplag

Fotos: Seplag

27 de abril de 2018|QCG|