O Museu da Polícia Militar do Estado de Sergipe recebeu na quarta-feira, 17, uma réplica do submarino alemão U-507, que afundou navios brasileiros no litoral sergipano durante a 2ª Guerra Mundial. A peça foi feita por alunos do Curso de Nautimodelismo Filhos da Maré, vinculado ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

A entrega aconteceu na sede do Museu, situada no Centro de São Cristóvão, e contou com a presença dos professores Passos e Kleckstane Lucena, diretora da Casa do IPHAN, além de alunos do Curso de Nautimodelismo, que repassaram o pequeno submarino ao coronel da reserva remunerada Dilson Ferraz de Souza, diretor do Museu da PMSE.

Segundo o oficial superior, a réplica já está exposta na Sala do Roteiro Histórico, juntamente com diversos objetos que contam a cronologia da Corporação, e pode ser observada de segunda à sexta-feira, das 10h às 16h, inclusive nos feriados. Ainda de acordo com o coronel Dilson, nos próximos meses, os discentes do Curso de Nautimodelismo farão a exposição de outras embarcações.

Submarino U-507

Entre os dias 15 e 17 de Agosto de 1942, o submarino alemão U-507 efetuou o torpedeamento dos navios Baependy, Araraquara e Aníbal Benévolo, ocasionando a morte de mais de 400 pessoas, cujos corpos foram encontrados no litoral Sul de Aracaju, na região do Povoado Mosqueiro. Na ocasião, a PMSE, o Corpo de Bombeiros Militar e o Exército Brasileiro foram mobilizados para o resgate de sobreviventes e o sepultamento das vítimas fatais dos ataques do U-507.

Clique aqui e assista ao vídeo sobre as ações danosas do submarino U-507 no litoral sergipano.

Última atualização em 19 de junho de 2015 às 10:12:49.