Na noite dessa sexta-feira, 20, a Polícia Militar de Sergipe inicia as ações na Operação Nacional Maria da Penha, coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça  e Segurança Pública (SEOPI/MJSP). O evento acontece em âmbito nacional, como atividade do Agosto Lilás: mês que representa a conscientização e enfrentamento à violência contra a mulher.
A atividade tem o objetivo de reforçar ações de enfrentamento à violência contra a mulher e aprimorar a proteção das vítimas reforçando a interiorização das ações de fiscalização. Os dados coletados durante o processo serão consolidados e analisados para subsidiar a implementação de políticas públicas.

Essa ação, lançada pelo governo federal, pretende qualificar o sistema de atendimento, ampliar o cumprimento de medidas protetivas e realizar ações de conscientização em torno da importância das denúncias. “ É necessário que os nossos policiais estejam preparados para esse atendimento delicado. É importante sensibilizar a vítima para que ela faça a denúncia e saiba que terá proteção e sigilo”, ressalta o tenente-coronel Stênio, chefe de Operações do Comando de Policiamento da Capital e responsável pelo comando da Operação Sergipe Mais Seguro.

O processo terá seis eixos de atuação, iniciando com a análise do atendimento do Ciosp, a fim de aprimorar o sistema. Em seguida, será a vez de intensificar patrulhas. Em terceiro, vêm a coleta, o tratamento e a análise de dados para traçar um raio-X da violência contra a mulher em todo o país.

Depois, haverá um trabalho conjunto, com participação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), para identificar demandas que estão paralisadas. Além disso, a ideia é reforçar o atendimento em delegacias especializadas, principalmente em relação a medidas protetivas. Por último, haverá ações de comunicação.

O projeto planeja consolidar e analisar dados obtidos para implementar políticas públicas. Depois, a ideia é interiorizar as ações de combate e de fiscalização à violência doméstica.

A capitã Fabiola, coordenadora de ações de enfrentamento à violência doméstica da PMSE, ressalta que as operações são parte do Agosto Lilás e acontecem em todo o estado com o objetivo de enfrentar a violência doméstica em Sergipe. “As ações estão acontecendo em todo o país de forma integrada para que possamos levar segurança a toda mulher que precisar. Aqui em Sergipe, em todos os batalhões do Estado temos ações de enfrentamento a violência doméstica. Os nossos policiais foram sensibilizados para o lema da Ronda Maria da Penha: Mulher, essa luta também é nossa, para que o atendimento da vítima aconteça da forma  mais adequada”, afirmou a oficial.

Com a coordenação da pasta, o trabalho terá, ainda, a participação do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), das secretarias de Segurança Pública, do Conselho Nacional dos Comandantes-Gerais das Polícias Militares do Brasil (CNCG) e do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), além do CNJ.

O combate à violência é feito por todos. Denuncie e transforme essa realidade.

Última atualização em 21 de agosto de 2021 às 10:41:23.