O curso habilitou policiais 17 policiais de 13 estados para atuarem como operadores e instrutores de rapel tático operacional

O 1º sargento do Comando de Operações Especiais (COE), Fábio Santos, concluiu o Curso de Ações em Ambientes Verticais (CAAV), na Polícia Militar do Paraná. O policial militar sergipano recebeu o certificado durante o evento de formatura que ocorreu no Quartel do Comando Geral, na tarde da última sexta-feira 4, em Curitiba/PR, após 125 horas/aulas.

A capacitação ofertada pelo COE do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) paranaense habilitou 17 policiais de 13 estados para atuarem como operadores e instrutores de rapel tático operacional. Os 17 alunos foram submetidos a um extenso conhecimento teórico e a muitas horas de treinamentos, além de rigorosas provas e testes em disciplinas como: Histórico do Rapel Tático, Certificação de Materiais, Nós e Ancoragem, Técnicas de Rapel, Sobrevivência em Meio Vertical, Ações Helitransportadas, entre outras.

Segundo o Comandante do BOPE, tenente-coronel Rui Noé Barroso Torres, este é um curso pensado para capacitar não só os policiais militares do Paraná, mas também de outros estados. “O Paraná hoje é um referencial, em ações dessa natureza (ambientes verticais), e o compartilhamento de informações é que constrói esse aprendizado de forma equilibrada e técnica”, disse o coronel Barroso.

De acordo com o Coordenador do curso, capitão Floresvaldo de Oliveira Damaceno, a capacitação tinha uma carga horária prevista de 110 horas, porém ao final foram contabilizadas 125 horas intensas de treinamentos. “Foram muitas horas dedicadas, tanto dos alunos, quanto dos professores e esperamos que o próximo curso seja ainda melhor, pois com essa integração das polícias do Brasil todo faz com que sejamos ainda mais fortes”, explicou o capitão Damaceno.

O sargento Fábio, também conhecido como o Caveira 25, por ser formado em Curso de Operações Especiais, relata a importância de buscar especialização em novas áreas. “Tive a oportunidade de me se especializar em mais uma área dentro da segurança pública, e agora estou apto a difundir a doutrina do COE/PMPR, para aprimorar as técnicas aprendidas”.

Ações em Ambientes Verticais

A atividade em altura é uma especialidade do COE da Polícia Militar do Paraná há mais de 25 anos e é uma ferramenta essencial de aproximação para retomada e dominação de locais de difícil acesso, seja em ocorrências de crises policiais ou ações e operações em áreas hostis e com terrenos irregulares. O curso teve como propósito, compartilhar e desenvolver conhecimentos, treinar habilidades e identificar atitudes, competências essas fundamentais às atividades em ambientes verticais.

Última atualização em 7 de outubro de 2019 às 06:38:41.