O mês encerrou com 48 casos desse crime, índice que só havia ocorrido em 2009

O primeiro mês do ano de 2021 fechou como o janeiro com menor número de homicídios em 12 anos em Sergipe. Nos primeiros 31 dias deste ano, foram registrados 48 crimes, número que só havia ocorrido, no mesmo período, em 2009. O marco positivo foi verificado a partir de levantamento feito pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEACrim), da SSP, e reflete as ações e operações integradas entre as polícias Civil e Militar e a Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp).

Para se ter ideia desse número, o ano de 2016 apresentou 117 casos de homicídios dolosos, mais que o dobro dos que foram registrados em janeiro de 2021. O ano de 2016 é sempre apresentado como marco, pois foi o ano em que Sergipe apresentou as maiores taxas de crimes violentos e liderou negativamente o ranking apresentado pelo Anuário Brasileiro da Segurança Pública.

De acordo com os dados da CEACrim, após o ano de 2009, no qual tinham sido registrados 48 homicídios em todo o estado, os números apresentaram algumas altas nos meses de janeiro dos anos seguintes. No ano de 2010, foram 56 casos. Em 2011, 63. Já em 2012, 78 ocorrências. Em sequência, 2013, 83 homicídios. No primeiro mês de 2014, aconteceram 78 crimes. Em 2015, 115 casos. Já em janeiro de 2016 – ano em que ocorreu alta nos índices de criminalidade em todo o país, foram 117 homicídios em Sergipe.

Ainda conforme o levantamento da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal, no mês de janeiro de 2017 ocorreram 93 homicídios. Já no ano de 2018, no mesmo período, aconteceram 102 crimes. Em 2019, foram 75 ocorrências. No primeiro mês do ano passado, 2020, foram contabilizados 79 homicídios. Os números demonstram uma redução na incidência dos crimes contra a vida em todo o estado, fruto das ações policiais de abordagens, operações contra crimes como o tráfico de drogas e roubos, além do trabalho investigativo e pericial.

O secretário da segurança pública, João Eloy de Menezes, considerou a redução nos homicídios no mês de janeiro como uma importante conquista das forças de segurança pública e que reflete, diretamente, no bem-estar de toda a sociedade sergipana. “É um resultado a ser celebrado. Desde o mês de janeiro de 2009 não tínhamos um número tão baixo de homicídios no primeiro mês do ano. Mas, muito mais que números, como sempre digo, é um índice cada vez maior de vidas preservadas em todo o nosso estado”, enfatizou.

João Eloy de Menezes também destacou que as forças de segurança pública de Sergipe estão, diuturnamente, nas ruas de todos os municípios para identificar locais de maior possibilidade de incidência de crimes, a fim de que sejam adotadas ações rápidas de combate à criminalidade. “Sempre estamos nos reunindo, identificando a mancha criminal e traçando ações e operações conjuntas para atuarmos no combate à criminalidade. Nossas polícias e nossa perícia estão unidas em um único objetivo comum, a segurança pública de nosso povo, que passa pela redução dos homicídios em todo o estado”, assinalou.

 

Fonte: Ascom SSP 

Última atualização em 2 de fevereiro de 2021 às 08:39:24.