Nessa sexta-feira, 19, policiais do Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb) flagraram crime ambiental referente a cativeiro de pássaros silvestres na capital e interior do estado. As aves foram apreendidas e encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas).

Na primeira ocorrência, os policiais foram informados que no Povoado Bonfim, em Riachão do Dantas, um homem mantinha em sua residência, dezenas de pássaros silvestres. No local, a guarnição confirmou a denúncia flagrando 93 aves e dois jabutis. Em conversa com uma jovem de 22 anos, que estava na residência, ela afirmou não saber a origem dos animais mas confirmou que eles pertenciam ao seu pai.

Na segunda ocorrência, os militares foram acionados pelo CIOSP para checar a denúncia de um cativeiro ilegal no Bairro 18 do Forte. Segundo o denunciante, havia uma grande quantidade de pássaros na residência do suspeito. No local, foram encontradas 61 aves de diversas espécies. O proprietário da residência, um homem de 62 anos, afirmou ter adquirido os animais como parte de um negócio, e que os venderia para complementar sua renda.

Diante do flagrante, os animais foram apreendidos e encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres.  Os infratores assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e irão responder na Justiça por crime ambiental previsto no artigo 29 da Lei nº 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais).

 

Última atualização em 24 de março de 2021 às 11:54:24.